FGV: Indicador Antecedente da Economia subiu em dezembro de 2020

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O Indicador Antecedente Composto da Economia Brasileira (IACE), divulgado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 0,4% para 124,1 pontos em dezembro de 2020. O indicador busca antecipar tendências da economia. Dos oito componentes econômicos, cinco contribuíram de forma positiva para o resultado. A maior contribuição positiva veio do Ibovespa, que variou em 9,3%.ebc FGV: Indicador Antecedente da Economia subiu em dezembro de 2020ebc FGV: Indicador Antecedente da Economia subiu em dezembro de 2020

Já o Indicador Coincidente Composto da Economia Brasileira (ICCE), que mensura as condições econômicas atuais, avançou em 0,3% para 108,8 pontos, no mesmo período.

“A inflexão negativa na crise sanitária ao final de 2020 não gerou novas medidas de distanciamento social suficientes para comprometer a recuperação gradual no nível de atividades, resultando em uma ligeira elevação do ICCE em dezembro”, afirmou em nota, Paulo Picchetti, pesquisador da FGV/Ibre.

Segundo Picchetti, apesar do encerramento das medidas de auxílio emergencial e da lenta recuperação do mercado de trabalho, o efeito positivo da perspectiva de início da imunização contra a covid-19 sobre as expectativas de empresários e investidores resultou na elevação do IACE no período.

Edição: Valéria Aguiar

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist