Dólar cai para R$ 5,14 e fecha na menor cotação desde julho

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


Influenciado pelo avanço nas vacinas contra a covid-19 e pela expectativa de estímulos nos Estados Unidos, o mercado teve um dia de otimismo nesta quinta-feira (3). O dólar fechou no menor valor desde julho. A bolsa subiu e renovou a máxima desde o fim de fevereiro, mesmo perdendo o fôlego no fim da sessão.ebc Dólar cai para R$ 5,14 e fecha na menor cotação desde julhoebc Dólar cai para R$ 5,14 e fecha na menor cotação desde julho

O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,14, com recuo de R$ 0,102 (-1,94%). Na mínima do dia, por volta das 13h40, chegou a ser vendido a R$ 5,12. A cotação está no menor nível desde 22 de julho, quando tinha fechado em R$ 5,114.

O euro comercial caiu 1,58% e foi vendido a R$ 6,242. A divisa está na cotação mais baixa desde 17 de setembro (R$ 6,198).

No mercado de ações, o dia também foi marcado pelo otimismo. O índice Ibovespa, da B3, fechou a quinta-feira aos 112.184 pontos, com leve alta de 0,24%. O indicador está no nível mais alto desde 21 de fevereiro, quando tinha atingido 113.681 pontos.

Por diversas vezes, ao longo do dia, o Ibovespa superou a marca de 113 mil pontos. O índice, no entanto, desacelerou nos 30 minutos finais de negociação, até fechar próximo da estabilidade.

O mercado financeiro viveu um dia de euforia em todo o planeta, em meio a avanços nas vacinas contra o novo coronavírus. Além disso, a expectativa de que os Estados Unidos aprovem um novo pacote de estímulos, injetando dólares na economia mundial, impulsionou um movimento de vendas da moeda norte-americana, beneficiando países emergentes, como o Brasil.

* Com informações da Reuters

Edição: Liliane Farias

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist