Press "Enter" to skip to content

Governo inaugura centro cirúrgico do Hospital de Uruçuí nesta quinta-feira

O Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), está investindo recursos do Tesouro Estadual, no valor de R$ 151.023,75, que proporcionarão a reativação, ampliação da estrutura física e novos equipamentos para o Centro Cirúrgico do Hospital Regional Senador Dirceu Arcoverde, em Uruçuí. Com o funcionamento do centro cirúrgico, a unidade terá 10 leitos para a clínica obstétrica e 10 para a clínica cirúrgica. No total, o hospital, que é referência para a região dos Tabuleiros do Alto Parnaíba, amplia de 26 para 51 o número total de leitos. A inauguração será às 15h desta quinta-feira (20)

Os procedimentos cirúrgicos serão oferecidos inicialmente com escala de 24h em 15 e 15 dias na especialidade cirúrgica (Cirurgia geral e cirurgia obstétrica) com a capacidade total de 12 cirurgias por plantão e três cirurgias emergenciais diárias. Em relação aos serviços da clínica cirúrgica, serão realizados inicialmente os procedimentos de colecistectomia (vesícula), herniotomia, apendicectomia, histerectomia total, histerectomia parcial, laqueadura, cesárea e perineoplastia.

O diretor do hospital, Patrick Costa, fala dos principais benefícios da chegada do centro cirúrgico para a unidade. “A previsão é que, com a inauguração e o pleno funcionamento do centro cirúrgico, o hospital realize cerca de 500 cirurgias gerais atendendo a necessidade e a comodidade dos usuários da região dos cerrados”, destacou o gestor.

Ele destacou ainda as melhorias que o hospital recebeu nos últimos meses. “Em relação às melhorias dos últimos seis meses, tivemos a ampliação da capacidade de leitos (de 26 para 51), ampliação de consultórios de atendimentos médicos e clínicas de imagens; climatização de 90% dos setores da unidade de saúde; implantação do novo anexo administrativo; implantação do sistema de gestão de segurança eletrônica; ações de prevenção, eliminação e combate a possíveis ameaças à saúde, melhoria dos postos de enfermagem e das enfermarias e redução de 70% de transferências de pacientes para outras unidades de referência, além da adequação do espaço Samvis para habilitação dos serviços”, apontou Patrick Costa.

Atualmente, o hospital tem a capacidade de 51 leitos (11 clínica médica geral, 10 clínicas obstétricas, 10 clínicas cirúrgicas, 4 recuperações anestésicas, 5 clínicas pediátricas, 8 urgências/observação, 2 estabilizações,  1 isolamento) e atende mensalmente cerca de 3.000 pacientes nos serviços da clínica geral, obstetrícia, ortopedia, exames de imagens, exames laboratoriais, atendimentos com psicólogos, fisioterapeutas e nutricionista.

Em 2020, o hospital tem a previsão para realização de mutirões de cirurgias gerais, mutirões de exames de mamografia, ampliação dos serviços de imagens e laboratoriais, serviços de retaguarda na urgência e emergência, serviços de pesquisa de satisfação dos pacientes, programas de formação continuada e capacitação dos profissionais de saúde.

Repórter: João Marcelo Ferry

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *