Adolescente de Regeneração doa cabelos a criança que faz quimioterapia

Depois de passar por procedimentos quimioterápicos e perder os cabelos, a pequena regenerense Jardiele Gonçalves de Sousa – de 7 anos, ficou feliz ao receber de presente os cabelos de uma jovem, também de Regeneração. Maria Luísa Batista de Oliveira, decidiu cortar pela primeira vez os cabelos aos 14 anos após ter o primeiro encontro […]
criança que faz quimioterapia regeneração

Depois de passar por procedimentos quimioterápicos e perder os cabelos, a pequena regenerense Jardiele Gonçalves de Sousa – de 7 anos, ficou feliz ao receber de presente os cabelos de uma jovem, também de Regeneração.

Maria Luísa Batista de Oliveira, decidiu cortar pela primeira vez os cabelos aos 14 anos após ter o primeiro encontro com a pequena Jardiele.

“Quando eu cheguei no ônibus (em Teresina) me deparei com ela, sentadinha na cadeira com sua mãe. Eu estava com a minha mãe e pedi a ela para que eu doasse o meu cabelo à Jardiele. À noite, em casa, não consegui dormir, pois chorei pensando nela e no quanto ela é forte, principalmente depois de tudo o que já passou”, explicou Maria Luísa.

A felicidade da pequena Jardiele ao receber os cabelos foi explicada pela mãe Luzimar Bacelar de Sousa. “Ela amou receber os cabelos, e eu também fiquei muito feliz, pois ela ficou sem os cabelos por causa das quimioterapias”.

Jardiele Gonçalves de Sousa, segundo a mãe, “tinha um tomor na cabeça e fez uma cirurgia, dando início ao tratamento de quimioterapia até que caiu todo o cabelo”, explicou Luzimar, residente na Vila São Francisco, em Regeneração.

Maria Luísa Batista, também falou ao Somos Notícia com emoção sobre o gesto que poderia contribuir para a felicidade de Jardiele. “Não consegui dormir durante à noite. Ao amanhecer, liguei para a mãe de Jardiele para saber se ela aceitaria os meus cabelos, e ela falou que sim. Neste momento, chorei de alegria, pois eu já sonhava com essa possibilidade, até que fiz o corte e entreguei o cabelo ontem à noite”.

A entrega foi feita na noite dessa quinta-feira (06). “Além do cabelo, entreguei algumas bonecas a ela, e tive uma sensação tão boa, não dá nem para explicar o que senti naquela hora”, finalizou Maria Luísa.

O tomor de Jardiele, segundo a mãe, foi descoberto no ano passado, quando a pequena tinha tão somente seis anos.

Luzimar, geralmente não tem a condição devida para ir às sessões de quimioterapia, em Teresina. Ela necessita de ajuda para dar continuidade ao tratamento da filha. Jardiele não caminhava e hoje já consegue andar como resultado das sessões.

“Toda semana tenho que ir com ela para Teresina, mas é muito gasto e às vezes vou sem dinheiro”, finalizou Luzimar.

Quem quiser e puder ajudar, pode entrar em contato com a mãe de Luzimar por meio do telefone 86 9 9454-4577.

WhatApp & Facebook
  •  
  •  
  •  

Publicidade | Somos Notícia

Cadastre-se em nossa newsletter

About the Author

Denison Duarte

Jornalista formado pela faculdade Estácio Ceut, em Teresina. Lançou em junho de 2013 o site Somos Notícia, em Amarante. Ainda no mesmo ano, foi contratado pelo Sistema Meio Norte de Comunicação como jornalista de Redação. Em 2008 iniciou atividades jornalísticas no mesmo sistema, representando o município de Amarante-PI durante 5 anos e 10 meses. Acesse nosso grupo no Telegram: Somos Notícia, Amarante Piauí E-mail: [email protected]

Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados