surto coletivo em alunas Porto do Piauí

Especulação sobre surto coletivo em 20 alunas de escola do Piauí aponta para “causas espirituais”

Nessa segunda-feira(10), pelo menos 20 alunas da Unidade Escolar Otávio Falcão no município de Porto passaram mal simultaneamente, o que está sendo considerado um surto psicótico, ocorrido enquanto as jovens assistiam aula.

Todas têm entre 14 e 15 anos, e foram encaminhadas ao hospital da cidade para atendimento médico. O delegado Renato Pinheiro – titular da Delegacia de Porto, disse ao Cidade Verde que, inicialmente, não vai abrir inquérito para investigar o caso.

A Diretoria da escola informou à polícia que não há indícios de que as alunas tenham sido dopadas ou envenenadas.

As crises, segundo o delegado, foram simultâneas. As alunas apresentaram sudorese, pressão baixa, palidez, coração acelerado e choravam muito.

“As alunas estavam numa sala e começaram a passar mal. Daí, alunas de outra turma também ficaram nervosas e passaram mal junto com elas”, disse o delegado.

Uma especulação apontada é que na escola esteja havendo surto coletivo por “causas espirituais”. Alunos contam, segundo o Cidade Verde, que na sala de aula se comentava sobre jovens que teriam tirado a própria vida e que uma das alunas já teria incorporado o espírito de um dos jovens.

O caso que provocou a internação das alunas, de acordo com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), será apurado.

A Seduc descartou, em nota, qualquer forma de intoxicação, seja alimentar ou por ingestão da água disponível na escola.

Uma equipe multiprofissionais, segundo a Seduc, será encaminhada à Unidade Escolar para uma avaliação completa da real situação até a descoberta das possíveis causas da ocorrência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *