Press "Enter" to skip to content

Reforma do Hospital Justino Luz em Picos fica pronta em 90 dias

O governador Wellington Dias e a vice-governadora Regina Souza se reuniram na última quinta-feira (27), com o presidente da Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), Pablo Santos, o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, o secretário Estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, e o secretário Estadual de Governo, Osmar Júnior, para tratar sobre o andamento das obras da reforma e ampliação do Hospital Regional Justino Luz, na cidade de Picos. O espaço vai aumentar sua capacidade em 60 leitos e oferecer mais serviços.

Pablo Santos explica que a reforma está em fase de conclusão no pronto-socorro e alas B e C, que juntas contemplarão mais 60 leitos, no Centro de Parto Normal, que após inaugurado, disponibilizará 10 leitos, e nas duas salas do centro cirúrgico. Todos os setores inaugurados receberão equipamentos e mobiliários novos.

O presidente Fundação passou ao governador uma avaliação do progresso das obras. “Todos os serviços serão entregues dentro de um prazo máximo de até 90 dias, sendo que o centro cirúrgico e as enfermarias ficam prontos até o dia 31 de março”, revela.

“Já estamos em fase de finalização. A Fundação já está em processo de aquisição dos equipamentos novos para todos os espaços que serão inaugurados, e agendando o custeio para o funcionamento dos atendimentos, além de estar elaborando um plano de redimensionamento de pessoal. O Hospital já trabalha com um quadro de colaboradores de acordo com as portarias do Ministério da Saúde, avaliado pelo DENASUS, mas com a abertura dos novos espaços, vamos precisar dimensionar os profissionais”, destaca Pablo Santos.

Pablo também anunciou que Fundação e SESAPI já estão criando um cronograma para iniciarem as obras do Centro de Referência Médica de Picos, chamado de Novo Hospital de Picos. “Atualmente, o Hospital de Picos recebe pacientes de mais de 42 municípios da macrorregião onde está localizado e possui uma demanda crescente e contínua. Após a entrega da reforma e ampliação do hospital, já daremos prosseguimento a construção do novo hospital, com maior capacidade e estrutura melhor”, conta.

Santos.Fonte: FEPISERH

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *