Press "Enter" to skip to content

Polícia vai investigar morte de sete filhotes de cães que foram queimados vivos em Picos

A Polícia Civil de Picos – no Sul do Piauí, vai investigar a morte de sete filhotes de cães que foram queimados vivos nessa terça-feira (30) no bairro Passagem das Pedras.

Um colchão onde a mãe dos filhotes se acomodava foi incendiado no interior de uma casa abandonada, que servia de abrigo para os animais.

Moradores ficaram comovidos com a crueldade, que foi denunciada em rede social pelo projeto EcoPatinhas – que atua na defesa e proteção de animais. O crime foi confirmado pela Polícia Civil, que está na investigação do caso para descobrir o autor do crime contra os animais.

Os latidos da cadela foram comoventes, segundo moradores. Ninguém conseguiu salvar os filhotes. A perícia foi encaminhada ao local e constatou inicialmente que se trata de um incêndio criminoso.

“Vamos averiguar quem foram os responsáveis para que respondam perante a lei por esse crime”, informou o agente Lenon Luiz, da da Polícia Civil de Picos.

Segundo a polícia, a população poderá ajudar na apuração do caso com informações na Delegacia de Polícia Civil de Picos.

A Ecopatinhas assegura que o local estava sendo usado pela cadela como forma de proteger os filhotes. A associação pede justiça. “Alguém entrou numa casa abandonada e ateou fogo em 7 filhotes enquanto dormiam com a sua mãe que os levou para o local para os deixar protegidos, no bairro passagem das pedras próximo a praça, quase todos os filhotes morreram no local. A mãe conseguiu retirar apenas um que morreu instantes depois mesmo os vizinhos o ajudando. Que o culpado seja preso e condenado.”

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *