Press "Enter" to skip to content

Por meio de decreto, atividades religiosas já podem ser realizadas em Floriano

A partir dessa quinta-feira (21), as atividades religiosas estão autorizadas para acontecer em Floriano, desde que cumpram as condições do protocolo sanitário da Secretaria Municipal de Saúde, de acordo com um decreto da Prefeitura.

O isolamento social foi prorrogado pelo prefeito Joel Rodrigues até o dia 7 de junho, como também a suspensão das demais atividades consideradas não essenciais.

O protocolo da Secretaria Municipal de Saúde traz uma série de condutas sanitárias para a realização das atividades religiosas.Confira:

  1. As celebrações poderão ser realizadas obecendo ao limite máximo de 30% da capacidade normal de cada igreja ou templo. Assim, deve-se controlar o fluxo de entrada de pessoas, e se formarem filas, deve ser respeitado o distanciamento social (distânia mínima de 1,5 metro entre cada duas pessoas);
  2. Os voluntários e/ou funcionários que forem realizar controle do fluxo de pessoas devem utilizar máscaras;
  3. Recomenda-se a celebração de missas e cultos com horários pré-estabelecidos para grupos a fim de evitar aglomerações;
  4. Realizar a higienização completa do local, antes e após cada utilização;
  5. Respeitar o limite de lotação de uma pessoa a cada 10 metros quadrados em salões de de uso público, mantendo ainda distanciamento mínimo de 1,5 metro entre cada duas pessoas;
  6. Manter local com oferta permanente de produtos para higienização das mãos, com água e sabão e, se possível, álcool 70º;
  7. Deve-se orientar que os fiéis que apresentarem sintomas gripais devem permanecer em isolamento domiciliar;
  8. Manter o lugar totalmente arejado, com todas as janelas e portas abertas (evitar a utilização do ar-condicionado);
  9. Fixar cartazes informativos e educativos para prevenção da disseminação do novo coronavírus em lugares facilmente visíveis ao público;
  10. O horário máximo de funcionamento será das 6h às 19h30;
  11. Os padres e pastores devem orientar os fiéis pertencentes aos grupos de risco a ficarem em casa, em isolamento social, e informá-los que não será permitida a presença dessas pessoas;

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *