Menu...

19 de julho de 2018

Vereador José Pereira defende consumidores da Eletrobras durante sessão na Câmara Municipal


Hospital de Olhos

As cobranças de iluminação pública na fatura de energia do trabalhador rural e dos consumidores em geral têm irritado o vereador José Pereira (PT). A vinda do eletrotécnico da Eletrobras, Adaildo Andrade, ao município de Amarante, neste sábado, 29, foi a oportunidade exata para o legislativo externar seu sentimento de revolta com o sistema.

Segundo ele, o regime capitalista do Brasil é maldoso porque maltrata o trabalhador rural e o faz pagar pelos abusos cobrados pelas companhias energéticas sem usufruírem do benefício. “Os nossos trabalhadores estão pagando muito caro pela iluminação pública sem usar”, disse ele.

A falha, diz o vereador, é um mal que atinge as três esferas de governos: federal, estadual e municipal. Como forma de se libertar das cobranças da taxa de iluminação pública, o consumidor, na visao do vereador, deve iluminar a frente de própria residência, mas que seja isentado da cobrança que o legislativo considera abusiva.

Em parte do seu desabafo, o vereador foi incisivo ao dizer que “governos não pagam dívida e, no caso da iluminação pública, quem será responsabilizado será o consumidor”

VEJA O DESABAFO DO VEREADOR

“Estou vendo como é maldoso esse regime capitalista! Os nossos trabalhadores rurais estão pagando essa luz pública sem usar. Neste instante, chega uma cobrança de geração de débito no poder público, que já não aguenta mais a carga. Estou vendo que se trata de mais um arrocho para o menos favorecido.

Eu sugiro que cada agricultor que tenha seu ponto de luz no interior, que puxe uma lâmpada para fora de casa. No dia que queimar, ele mesmo troca. Isso porque o nosso regime capitalista é perverso demais. Eu pergunto: quem já viu governo ou empresário pagar dívidas? A cobrança, lógico, vai para os menos favorecidos porque quem paga somos nós consumidores e quem não têm emprego.

Será que não sabemos que num botijão de gás tem taxa de energia e até impostos do colégio dos filhos? Dessa forma, é pagar esmola enganando o santo. Não é querendo fugir da responsabilidade, mas é não jogar a população em cima de uma coivara que ela não possa se defender. É um fardo pesado demais, pois, com certeza, o interior paga mais caro que a cidade.

Temos que debater isso (na Câmara), respeitando a opinião um do outro. Portanto, quero parabenizar a empresa (Eletrobras) por nos revelar essa situação (de inadimplência). Nunca é tarde, vamos discutir esse problema! Agora, não vamos ser cegos e dizer que deixarmos de cobrar energia de quem não usa vai gerar mais débito para o governo federal.

O que a gente vê é que todos os governos não pagam suas contas, mas estão engordando bolsos de deputados que recebem bilhões de reais, pois está sendo descoberto que eles estão devendo porque roubaram. Está vindo mais arrocho para todos e quem vai pagar por tudo isso somos nós. Estão vindo as mazelas lá de cima (do governo federal).”

IMG-20150829-WA0033 IMG-20150829-WA0031 IMG-20150829-WA0032 IMG-20150829-WA0003

Edição e postagem: Denison Duarte
Fotos: Leomar Duarte

Tags:

Comente aqui

felis risus. dolor. amet, quis, vulputate, fringilla id venenatis id