Menu...

23 de julho de 2018

Prefeitura de Amarante faz prestação de contas do 3º quadrimestre


Hospital de Olhos

A Prefeitura de Amarante realizou na Câmara de Vereadores na tarde desta terça-feira (15) a prestação de contas referente ao 3º quadrimestre, que compreende os meses de setembro a dezembro. A explanação dos dados foi feita pelo contador João Viana.

A abertura da Audiência Pública foi realizada pelo secretário de Gabinete, Josineide Amorim. Ele assegura que os números referentes a 2017 são bons, e com saldo positivo mantido até os dias atuais.

“A nossa administração encerrou 2017 com saldo positivo, e continuamos com saldo positivo. Se a gente for ouvir a população, ouvimos muitos elogios em relação ao trabalho que temos desenvolvido. A gente vê que a aprovação da nossa administração está boa, indo de encontro aos anseios da população”, disse ele.

De acordo com o contador João Viana, o município vinha se preparando para chegar à condição atual, que ele considerou “satisfatória”. “Estávamos preparando para chegar a esse resultado final, que é bastante satisfatório, uma vez que colocamos o município dentro de um limite legal com despesa de pessoal, conforme prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal.”

Ele faz ainda uma comparação evolutiva da administração com base nas prestações de contas. “No primeiro quadrimestre os dados eram dos últimos 12 meses, que contavam oito meses da gestão passada com apenas quatro meses da administração de Diego Teixeira em 2017; quando fizemos o segundo, estávamos ainda com os resquícios. Neste terceiro quadrimestre estamos com a gestão 100% Diego Teixeira”, disse João Viana.

Os números na prestação de contas realizada nesta terça-feira apontam que a despesa com pessoal no município está em 49,67% de um limite de 54%, sendo que o Magistério (68,61% de 60%), Saúde (17,46% de 15%) e a Educação (34,95% de 25%).

Apesar do saldo positivo, o contador fala em escassez de recursos, e ele aponta ainda os caminhos a serem seguidos.

“A escassez de recursos ainda é grande. A gente vem batendo na mesma tecla, o que se tem que fazer é buscar implementos com outras fontes de recursos para que não se mexa com FPM e se possa executar ações em infraestrutura como reforma de escolas, de Postos de Saúde e aquisição de equipamentos. Para isso, o prefeito Diego Teixeira tem corrido atrás de parcerias, oriundas do Governo Federal para que a aplicação de recursos não seja das transferências voluntárias”, encerrou.

O prefeito Diego Teixeira assegura que transparência é a fórmula para uma boa gestão. “A transparência precisa ser o eixo de uma gestão atuante. Os números apontam para uma evolução do nosso governo. Não houve em nossa administração nenhuma forma de bloqueio de recursos por irregularidades e nem por omissão.”

Nas redes sociais ele disse que a gestão está “cada vez mais buscando transparência nas ações”, ocasião em que ele agradeceu aos secretários pelas ações e pela colaboração nos resultados.

Em 2017, segundo João Viana, “o município em nenhum momento esteve na lista de bloqueio do Tribunal de Contas do Estado e as prestações de contas estão sendo regularmente entregues em dia junto ao TCE e a Câmara Municipal”

Fotos: Denison Duarte

Prefeitura de Amarante em Audiência Pública 

Tags:

Comente aqui

ante. Donec nunc dolor. id libero et,