Somos Noticia
Menu...

16 de fevereiro de 2019

Amarantina Maria Cirene de Castro Sousa morre em Teresina, vítima de pneumonia aguda


Hospital de Olhos

Morreu aos 85 anos em Teresina, por volta das 00h30, a amarantina Maria Cirene de Castro Sousa. De acordo com informações ela morreu vítima de pneumonia aguda.

O velório acontece na Pax União, na Avenida Miguel Rosa, em Teresina. O sepultamento está previsto para a tarde desta quarta-feira (15) no Cemitério São José, na capital.

Conhecida como Professora Cirene Castro, a amarantina é madrinha de batismo do escritor Bebeto Soares. Ela esteve em Amarante em janeiro de 2014.

Uma das últimas homenagens prestadas à professora está a sua biografia na primeira edição do livro do escritor e poeta Luís Alberto, intitulado “Amarante, Personalidades e Fatos Marcantes”.

HOMENAGEM A ELA, FEITA EM 2014 PELO ESCRITOR BEBETO SOARES

Maria Cirene de Castro Sousa, amarantina que nos orgulha muito. Filha dos saudosos: Ciro Luiz de Sousa e Inês de Castro Sousa. Cirene como é mais tratada se formou em professora e portadora de outros cursos. Lecionou pouco tempo em Amarante, encerrando o seu trabalho educativo em Teresina, onde reside. Teve cargo de chefia na Unidade da Inspetoria Seccional do Ministério da Educação – Teresina (aposentada). Foi chefe de Gabinete da Fundação Cultural do Piauí (governo de Raimundo Bona Medeiros). Vale enfatizar que a exemplar e ilustre filha de Amarante com suas informações precisas e refinado português, contribuiu muito para os arquivos culturais e livros da escritora Nasi Castro, bem como de outros escritores piauienses.

Tags:

No momento, você está desconectado

ultricies odio ipsum porta. risus massa libero ut Praesent ipsum