Menu...

21 de setembro de 2018

Nonato Marreca, incansável aos 96 anos, é o homenageado de Amarante pelo Dia do trabalho


Hospital de Olhos

Dia do trabalho – “Eu ainda sou homem para qualquer atividade no campo”, afirmou o trabalhador rural Raimundo Nonato da Silva, aos 96 anos. Ele é o homenageado do portal Somos Notícia nesta sexta-feira, dia 1 de maio, numa alusão a todos os profissionais leitores do site.

Conhecido carinhosamente por Nonato Marreca, o agricultor reside na comunidade Pé da Serra, zona rural de Amarante, ao lado de sua neta Cósmea Pereira da Silva. Em entrevista concedida ao Portal Somos Notícia, ele garante que ainda é homem para qualquer serviço do campo. “Estou vendendo saúde”, diz ele.

Dentro do ‘roçado’, Nonato Marreca obteve toda a condição necessária para criar seus mais de 40 entes queridos dentre netos, bisnetos e tataranetos. A visão do agricultor, segundo ele, começa a apresentar sinais de cansaço em razão da idade avançada. “Eu quero alcançar 105, que é a idade que minha mãe morreu”, conclui.

O agricultor viveu mais de 45 anos na comunidade Elízio, zona rural de Amarante, mais precisamente no seu sítio chamado Ilha. Sua única filha Rita Maria da Silva (In Memórian) viveu ao lado do pai durante 53 anos e chegou a lhe dar 11 netos.

Homenageado no Dia do trabalho
Dia do Trabalho
Para muitos, o homenageado é considerado ilustre em tudo o que faz. Também conhecido como referência dos fatos históricos de Amarante, Nonato Marreca era visto no pleno do seu vigor físico como ‘o rei da garapa’, por produzir a melhor garapa de Amarante, atualmente conhecida como caldo de cana. O transporte era feito de jumento – o seu companheiro de todas as horas, e comercializado em grande quantidade na feira de Amarante.

Apesar da idade, é notório o pleno vigor que sempre existiu para a formação da família. O Portal Somos Notícia, com esta homenagem, deixa o exemplo de dedicação e amor à profissão e à construção da vida, a partir de simples atitudes, mas que fazem toda a diferença quando há um objetivo a se conquistar profissionalmente. Trata-se de um legado que se tornou referência nos quase 100 anos de existência, na pessoa de Nonato Marreca.

Texto e postagem: Denison Duarte
Foto: Leomar Duarte

Tags: , ,

Comente aqui

lectus id mattis dolor. risus. fringilla tempus