Live sobre Folia de Reis abre programação do Museu do Pontal no Rio

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


O Museu do Pontal retoma hoje (18), às 17h, as lives de arte e cultura popular, com a Jornada da Folia de Reis na cidade do Rio de Janeiro e em Caxias, no Maranhão. O evento abre a programação anual da instituição, cujos encontros são gratuitos e abertos ao público. Para participar, basta acessar o canal do museu no YouTube. O evento terá ainda a presença de pesquisadores e foliões. O objetivo do museu é realizar debates que mostrem a riqueza e a diversidade do país.ebc Live sobre Folia de Reis abre programação do Museu do Pontal no Rioebc Live sobre Folia de Reis abre programação do Museu do Pontal no Rio

Segundo o diretor executivo da instituição, Lucas Van de Beuque, no ano passado,por causa da pandemia, o museu reagiu ao momento como outros espaços culturais, fazendo programações em redes sociais, uma vez que não podia receber o público no local dos eventos. Em entrevista à Agência Brasil, Van de Beuque disse ter percebido, então, uma grande oportunidade de colocar em conversa, em diálogo, manifestações de um canto e de outro do país, como a de hoje com a Folia de Reis Penitentes do Santa Marta com um grupo de reisado maranhense.

Ele explicou que seria difícil o museu trazer pessoas de fora do Rio para promover tais diálogos e que, com a apresentação virtual, será possível realizar os encontros. “Sabemos da importância da cultura popular, tanto urbana quanto rural, [com manifestações que] ocorrem no Brasil todo e percebemos que era uma grande oportunidade para pessoas de todo o Brasil todo e de outros países verem esses encontros.”

O diretor do museu disse que tais seminários e diálogos já estavam sendo realizados, embora fossem restritos e locais. “A possibilidade de fazer agora os diálogos com essas trocas é muito especial”, afirmou.

Lucas Van de Beuque destacou que, ao assistir às apresentações ao vivo pelo canal do museu, o público poderá fazer perguntas. Para os que não puderem acompanhar as lives, as apresentações ficarão disponíveis no YouTube.

“A ideia é fazer uma [live] por mês. Ainda não temos a programação completa, mas a próxima, no mês que vem, será o samba e a de março, o jongo.” Van de Beuque ressaltou que os primeiros encontros enfocarão manifestações em que o Rio tem força, mas com diálogo com outros estados que também tenham. A partir de abril, o Rio de Janeiro não será mais a referência e haverá diálogos com outras regiões relevantes.

A cada mês, as lives ocorrerão sempre em uma segunda-feira, às 17h. “Esta já foi a data nas lives do ano passado, e a sequência será nesse formato.”

Para Juninho, mestre palhaço da Folia de Reis Penitentes do Santa Marta, no Rio de Janeiro, o evento é uma oportunidade de divulgar mais a arte do grupo em um ano difícil para a cultura, por causa da pandemia da covid-19. “Estamos felizes com o convite do museu para levar nossa jornada para a internet. Tivemos um ano muito difícil, perdemos o mestre Riquinho há poucos meses e devemos a ele a continuidade da nossa folia, mesmo com a pandemia.”

Apoio

O projeto foi contemplado pelo edital Fomento a Todas as Artes, da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, com recursos da Lei Aldir Blanc, e conta com patrocínio da Vale, do Itaú e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Geral

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist