Morre Genival Lacerda, ícone do forró, em decorrência da Covid-19

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook

O forró perdeu, na madrugada de hoje (7), um de seus maiores ícones: o cantor e compositor Genival Lacerda, aos 89 anos em decorrência da covid-19. A notícia foi divulgada por familiares nas redes socais. Lacerda estava internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital da Unimed, no Recife, desde o final de novembro.ebc Morre Genival Lacerda, ícone do forró, em decorrência da Covid-19ebc Morre Genival Lacerda, ícone do forró, em decorrência da Covid-19

Nascido em Campina Grande, no ano de 1931, cidade que é considerada a capital do forró na Paraíba, Lacerda foi autor de sucessos como Severina Xique Xique, De quem é esse jegue? e Radinho de Pilha, em meio aos cerca de 70 discos lançados por ele – o primeiro deles, gravado em 1955, quando já havia se mudado para Pernambuco.

Incentivado por seu concunhado – o músico Jackson do Pandeiro -, Lacerda se mudou para o Rio de Janeiro em 1964, onde trabalhou em algumas casas de forró. O salto na carreira só veio em 1975, quando lançou a música Severina Xique-Xique – famosa pelo verso “ele tá de olho é na butique dela“, feita em parceria com João Gonçalves. O disco vendeu cerca de 800 mil cópias.

O ícone do forró | AVC e covid-19

Em maio, antes de ser contaminado pelo novo coronavírus, o músico já havia sofrido um Acidente Vascular Cerebral.

Genival Lacerda vinha apresentando piora em seu quadro de saúde nos últimos dias, a ponto de a família usar das redes sociais para pedir que as pessoas doassem sangue para ajudá-lo.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Geral

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist