Press "Enter" to skip to content

Governo de São Paulo inicia testagem de comunidades quilombolas para o novo coronavírus

A testagem de Covid-19 em comunidades quilombolas de São Paulo foi iniciada nesta quarta-feira (29), segundo informou o governador João Dória.

A primeira a ser testada é a comunidade de Peropava, no Vale do Ribeira, onde serão testados 120 quilombolas.

O início será com testes sorológicos – testes rápidos, que identificam as pessoas que já tiveram o vírus e chegaram a desenvolver anticorpos. Quem tiver sintomas ou feito contato com pacientes infectados com o novo coronavírus – o exame será o de RT-PCR, que é capaz de apontar a presença do material genético (RNA) do vírus. Esse é o tipo do exame que serve como contraprova quando o teste rápido dá positivo.

testagens das comunidades quilombolas São Paulo
Foto: Agência Brasil

Além dos testes rápidos, o governo vai distribuir cestas básicas, cobertores, máscaras e álcool em gel para 32 famílias que moram no local.

“Essa iniciativa é mais uma etapa do programa de testagem em comunidades vulneráveis do governo de São Paulo em parceria com o Instituto Butantan. A meta é chegarmos a 233 mil testes em pessoas de populações vulneráveis, incluindo indígenas, quilombolas, moradores de comunidades carentes, idosos, moradores de abrigos, além daqueles que já foram testados, que são servidores públicos em contato direto com a população como profissionais de saúde e de segurança pública”, disse Doria.

De acordo com o governador, o intuito é testar a totalidade das comunidades indígenas e quilombolas do estado nos próximos 20 dias.

Com informações da Agência Brasil

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *