Estiagem pode ter apodrecido vagens de soja em Mato Grosso

WhatsApp
Twitter
Telegram
Facebook


A previsão de colheita recorde de 127 milhões de toneladas de soja na safra 2020/2021 enfrenta um obstáculo. Observado desde a safra anterior, o apodrecimento de vagens no Mato Grosso intensificou-se nesta safra, segundo comunicado da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).ebc Estiagem pode ter apodrecido vagens de soja em Mato Grossoebc Estiagem pode ter apodrecido vagens de soja em Mato Grosso

Em comunicado recente, a Embrapa advertiu que o problema, que pode reduzir a produtividade em até 20%, concentra-se nos municípios de Sorriso, Ipiranga do Norte e Tapurah. Em parceria com outras instituições e empresas, a Embrapa está pesquisando as causas do apodrecimento das vagens, mas adverte que a questão pode estar ligada à estiagem e às altas temperaturas ocorridas no segundo semestre de 2020.

Segundo a Embrapa, a hipótese para a causa do apodrecimento das vagens, que resulta em grãos enrugados, está ligada ao ambiente desfavorável para o crescimento da lavoura. No fim de setembro e no início de outubro, boa parte da região central do Brasil registrou uma onda de calor com temperaturas recordes em vários estados.

“Diante das observações e análises realizadas até o momento, a hipótese da causa do apodrecimento de vagens está ligada a um conjunto de fatores relacionados ao ambiente desfavorável e à sensibilidade de determinadas cultivares. O ambiente desfavorável trata-se, muito provavelmente, de estresses térmicos, com elevadas temperaturas, associadas com déficit hídrico”, destacou o comunicado da Embrapa.

O órgão também investiga a hipótese de que o apodrecimento seja provocado por fungos, mas as investigações não demonstraram causa direta. Isso porque os pesquisadores encontraram diversidade de fungos, tanto em vagens boas como apodrecidas, e porque muitas áreas em que o problema foi detectado foram submetidas a aplicações de fungicidas, sem prejuízo para as folhas.

“Muitas áreas com apodrecimento de vagens são expostas a aplicações regulares de fungicidas e apresentam boa sanidade foliar. Até o momento, não há evidências de que o problema seja decorrente de ataque de uma nova doença”, destacou a Embrapa em comunicado.

A pesquisa nas lavouras afetadas consiste em identificar os fitopatógenos (agentes causadores de doenças), em avaliar a nutrição das plantas na ocorrência da anomalia e em observar as relações entre o teor de lignina nas vagens e o enrugamento dos grãos.

Por enquanto, o problema parece estar regionalizado e sem ameaçar a colheita em nível nacional. Em dezembro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estimou que a produção de soja crescerá 6,3 milhões de toneladas (5,1%) na safra 2020/2021 em relação à safra anterior.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

Receba nosso conteúdo

Related Posts

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms below to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist