Menu...

18 de setembro de 2018

Governo admite possibilidade país ter desabastecimento de energia


Hospital de Olhos

Brasília, 13 fev (EFE).- O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) admitiu pela primeira vez nesta quinta-feira a possibilidade de um desabastecimento de energia no país, embora tenha afirmado que a possibilidade é “baixíssima” e dependeria da piora da seca até que fossem registrados níveis inéditos de escassez de chuva.

“A não ser que ocorra uma série de vazões pior do que as já registradas, evento de baixíssima probabilidade, não são visualizadas dificuldades no suprimento de energia no país em 2014. “, disse secretário executivo do CMSE, Ildo Grüdtner, em nota lida à imprensa.

A falta de chuvas que afeta o Sul e Sudeste desde o começo do verão deixou volume de água dos reservatórios das hidrelétricas a níveis inferiores ao esperado. De acordo com dados do comitê, até a primeira semana de fevereiro, as afluências ficaram em 54% da média histórica nas regiões Sudeste/Centro-Oeste e de 42% no Nordeste.

O Ministério de Minas e Energia elaborou simulações utilizando anos semelhantes de afluências e condições climáticas desde 1931, e assegurou que os resultados uma vez que se dispõe atualmente de um parque de geração termelétrico significativo.

O Brasil dispõe de uma capacidade instalada de 126.755 megawatts, aos que se somam os 5.000 megawatts que compra regularmente ao Paraguai pela energia produzida na hidrelétrica binacional de Itaipu que o país vizinho não consome.

Desse número, 86.019 megawatts correspondem a hidrelétricas, 38.529 megawatts a termelétricas, 2.202 megawatts a eólicas e cinco megawatts a solar fotovoltaica, de acordo com o MME.

Fonte: UOL

Tags: , ,

Comente aqui

Aenean id ipsum dolor consectetur tristique Donec