Menu...

20 de outubro de 2018

Poema em homenagem ao artista NONATO OLIVEIRA


Hospital de Olhos

NONATO

 

          para Nonato Oliveira

 

Vejo a piedade

no olho

azul

do sertanejo

de Nonato,

e a expressão

em sua face

linguística

arraigadamente

pigmentada

na arte

dos fonemas

mudos.

 

Há uma clausura

de gestos.

 

Há um baile

de sentidos

no comum

da intenção.

 

Há alusão

ou pressuposto.

 

No mais das vezes

silêncio.

 

 

In SOBRE A TRANSCENDÊNCIA DO SILÊNCIO (LiteraCidade, 2014), de Nathan Sousa

Comente aqui

felis commodo suscipit eget Lorem libero at lectus elementum libero.