Menu...

20 de novembro de 2018

A CAPTURA DA PAISAGEM, poema de Climério Ferreira


Hospital de Olhos

A CAPTURA DA PAISAGEM  

Enquadro a paisagem com os dedos
Como fazem os cineastas antes da filmagem
Vejo que a paisagem que vejo não é
Mas está filtrada pelos sentimentos

Na sua neutralidade natural transfigura-se
Em triste, feia e bela sendo a mesma
Sua nua visão só denuncia minha dor
Ou minha alegria como algo irreal
Ante as coisas que são e o passar do tempo

Nada congela o que sinto ao enquadrá-la
Sua realidade escapa sorrateiramente ao olhar
E continua sendo o que é infinitamente

Climério Ferreira

Tags:

Comente aqui

Praesent commodo at diam libero ut dictum