AMARANTE

Piauí

Missão do Banco Mundial avalia como positiva a execução de projetos no Piauí

Avatar

Publicado em

Piauí


O Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), recebeu, nessa terça (27) e quarta-feira (28), a missão de avaliação do Banco Mundial sobre as ações do Programa de Geração de Emprego e Renda (Progere II).

A missão teve como objetivos avaliar os resultados e verificar as ações que foram implantadas pelo projeto Pilares do Crescimento e Inclusão Social (IFP) e analisar o cronograma de encerramento do projeto que está sendo preparado para o fim do ano.

Participaram da missão, o consultor do Desenvolvimento Rural, Emmanuel Bayle, e uma equipe de consultores e especialistas do banco nas diversas áreas de atuação, como meio ambiente, gênero, gestão financeira, regularização fundiária, e salvaguardas sociais, a secretária de Estado da Agricultura Familiar, Patrícia Vasconcelos, representantes da Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan), Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), CPEM, ATs, consultores e a equipe do Progere II.

Segundo a diretora do Progere II, Janaína Mendes, dos 51 planos de investimento contemplados pelo programa, 34 já foram implantados. O Estado do Piauí já investiu, até o momento, um total de R$ 5.217.333,57 e a previsão é que sejam investidos ainda no ano de 2021 mais R$ 3.240.489,89 em planos de investimento já elaborados e aprovados.

Leia Também:  SAF distribui mais um milhão de alevinos a produtores piauienses nos primeiros meses de 2021

Ainda segundo a diretora, os resultados são positivos “a SAF teve avaliação positiva pelo cumprimento dos indicadores e pela articulação entre as políticas públicas desenvolvidas pela secretaria dando mais impacto aos resultados esperados e a melhoria das condições de vida das famílias atendidas pelo programa. Para que fossem alcançados esses resultados, contamos com o apoio de instituições parceiras e órgãos como a Seplan, Semar, Interpi, Emater, Adapi e também de instituições e entidades presentes nos territórios como as prefeituras, ONGs, sindicatos e prestadoras de assistência técnica como Emater, Emplanta, Cootapi, CEAA e Campo Agropecuária”.

A SAF, por meio do acordo de empréstimo entre Governo do Estado do Piauí e o Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (Bird), por meio do Projeto Pilares do Crescimento e Inclusão Social, desenvolve o Programa de Geração de Emprego e Renda no Meio Rural (Progere II) que tem apoiado empreendimentos produtivos nos territórios dos Cocais, Carnaubais e Entre Rios.

O superintendente de Desenvolvimento Rural e coordenador do Projeto Viva o Semiárido, Francisco das Chagas Ribeiro, avaliou o sucesso da missão e fala que a expectativa é da realização de um novo acordo de empréstimo com instituição financeira. “O banco ficou muito satisfeito, pois cada dia que passa avançamos na execução física do projeto e começam a surgir os resultados. Em consequência, já estamos preparando um novo acordo de empréstimo com o banco para dar continuidade às ações e vamos continuar tratando não só dos projetos produtivos, mas também do reuso de água, das cadernetas agroecológicas, energia solar, recuperação de nascentes, entre outras ações importantes”, destacou o diretor.

Leia Também:  Médicos do Hospital Universitário têm novo piso salarial definido pelo TRT/PI

O Progere II é o programa de geração de emprego e renda no meio rural, programa executado pela Secretaria de Estado da Agricultura Familiar que tem como objetivo a diminuição da pobreza rural com o apoio financeiro para a implantação de planos de investimento produtivos de agricultores familiares.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

MPPI acompanha, fiscaliza e contribui com a vacinação contra a Covid-19 em Teresina

Avatar

Publicados

em


Desde o início da vacinação, as Promotorias de Saúde Pública de Teresina têm acompanhado a execução da campanha e diante das dificuldades tem contribuído com a execução. Inicialmente, na zona urbana, e considerando a complexidade da logística, o Ministério Público disponibilizou dois veículos e designou dois motoristas para auxílio da campanha.

Desta vez, o MPPI colaborou com a imunização dos cidadãos teresinenses que moram nas comunidades Cacimba Velha, quinta-feira (13), e Soinho, sexta-feira (14), localizadas na zona Rural de Teresina. Foram aplicadas doses de vacinas da Covid-19 e da Influenza. 

Nessa nova iniciativa, além de veículos e motoristas, o MPPI forneceu equipamentos, como cadeiras, mesas e toldos para apoiar a aplicação de vacinas. O ônibus da instituição também foi disponibilizado para o deslocamento das equipes dos profissionais de saúde que trabalharam na aplicação de vacinas.

O apoio na logística foi solicitado pelo Promotor de Justiça Eny Marcos Vieira Pontes, responsável pelas 12ª e 29ª Promotorias de Justiça de Teresina. O trabalho contou com a colaboração da Coordenadoria de Apoio Administrativo do MPPI e do Setor de Transportes.

Leia Também:  Seduc e Uespi alinham ações para pós-graduação de profissionais da educação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA