AMARANTE

ESPORTES

Masters de Miami: Melo cai na estreia e Soares estreia neste sábado

Avatar

Publicado em

ESPORTES


O mineiro Marcelo Melo deu adeus ao Masters de Miami (Estados Unidos) na primeira rodada das duplas masculinas. Nesta sexta-feira (26), a parceria entre o brasileiro, número 16 do ranking de duplas da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), e o neerlandês Jean-Julien Rojer (27º) foi superada pelo paquistanês Aisan Qureshi (49º) e o sérvio Miomir Kecmanovic (46º em simples, 224º em duplas) por 2 sets a 1, de virada. As parciais foram 7/6 (7/5), 3/6 e 4/10 no match tie-break, após 1h33min de partida.

Conterrâneo de Melo e quarto melhor duplista do mundo, Bruno Soares e o britânico Jamie Murray (19º) estreiam em Miami neste sábado (27), por volta das 13h45 (horário de Brasília), contra o austríaco Philipp Oswald (37º) e o neozelandês Marcus Daniell (41º). O melhor resultado do brasileiro em 11 participações na competição foi a semifinal em 2015.

“Não vamos ter aquele calor da torcida brasileira pelo público estar muito reduzido, além de também estarmos numa bolha e não podermos curtir a cidade, mas Miami sempre é um lugar especial. O Masters 1000 é duríssimo, espero que possamos fazer uma boa campanha aqui depois de muitos anos de resultados não muito bons”, comentou Soares em nota à imprensa.

Leia Também:  São Paulo é batido pelo Novorizontino e perde a 1ª no Paulistão

O Brasil também é representado nas duplas femininas do Masters 1000. Luisa Stefani, 31ª melhor duplista no ranking da Associação de Tênis Feminino (WTA, sigla em inglês), e a norte-americana Hayley Carter (32ª) largaram com vitória na quinta-feira (25), por 2 sets a 0, sobre a cazaque Elena Rybakina (23ª em simples, 374ª nas duplas) e a grega Maria Sakkari (25ª em simples, 207ª nas duplas), com parciais de 6/1 e 6/4.

A parceria da paulista aguarda quem avançar no duelo entre a australiana Ajla Tomljanovic (77ª em simples, 116ª nas duplas) e a britânica Heather Watson (65ª em simples, 102ª nas duplas) contra a russa Ekaterina Alexandrova (34ª em simples, 100ª nas duplas) e a chinesa Zhaouxuan Yang (46ª nas duplas). O confronto será neste sábado, em horário a ser definido.

Carol avança em Buenos Aires

Também nesta sexta, Carol Meligeni venceu duas vezes pelo W25 de Buenos Aires (Argentina) e se classificou às semifinais da competição organizada pela Federação Internacional de Tênis (ITF). Número 371 do mundo na WTA, a brasileira superou a alemã Katharina Gerlach (246ª) por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/1. Em seguida, passou pela espanhola Irene Escorihuela (269ª), novamente por 2 a 0 (duplo 6/3). Neste sábado, às 10h30, Carol terá pela frente a italiana Giulia Gatto-Monticone (172ª), principal favorita.

No mesmo torneio, Beatriz Haddad Maia (342ª) foi eliminada nas oitavas de final pela espanhola Yvonne Cavalle-Reimers (456ª) por 2 sets a 1, parciais de 6/7 (2/7), 6/0 e 3/6. A paulista retorna à quadra na próxima semana, no W25 de Villa Maria, também na Argentina.

Leia Também:  Aberto da Austrália: mais dois tenistas testam positivo para covid-19

“Foi um jogo duro, mas sinto que estou evoluindo a cada semana. Hoje [sexta] não foi fácil, eu realmente tentei reverter a situação até o final. Estive abaixo no primeiro set, com 1/5, mas fiquei no jogo e fui me encontrando. Tênis é assim e hoje foi dia de aprender. Foram cinco jogos bons aqui em Buenos Aires, estou feliz com a minha evolução e com o trabalho que venho fazendo com o Rafa [Paciaroni, técnico]”, declarou Bia em comunicado à imprensa.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Avatar

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Organizadores de Tóquio devem adiar decisão sobre limite de público

Avatar

Publicados

em


Os organizadores das Olimpíadas de Tóquio indicaram nesta quarta-feira (21) que devem adiar a decisão sobre o limite de espectadores nas instalações, possivelmente até junho, já que o ressurgimento de casos do novo coronavírus (covid-19) complica o planejamento.

Os organizadores dos jogos decidiram no mês passado que os espectadores internacionais não teriam permissão para entrar no Japão e afirmaram que decidiriam em abril quantos espectadores nacionais teriam permissão para entrar nas instalações.

Mas a presidente da Tóquio-2020, Seiko Hashimoto, disse em entrevista coletiva que a decisão levaria mais tempo, enquanto eles estudam a situação do novo coronavírus no país.

“Durante o mês de abril, gostaríamos de mostrar a direção que estamos tomando (de limites de espectadores), mas olhando para a situação daqui para frente ainda estamos considerando o momento para tomar a decisão final”, disse ela, após um encontro virtual com o Comitê Olímpico Internacional (COI).

O CEO da Tóquio-2020, Toshiro Muto, disse que uma decisão “pode vir em maio ou junho, dependendo da situação”.

O Japão enfrenta uma quarta onda de casos de covid-19, com Tóquio e outras áreas implementando restrições.

Leia Também:  Aberto da Austrália: mais dois tenistas testam positivo para covid-19

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA