Menu...

Última Notícia

12 de dezembro de 2017

Não existe oligarquia no MA, diz Roseana


Hospital de Olhos

Na última quinta-feira (9), ao lado do ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, a governadora Roseana Sarney (PMDB) se irritou com uma pergunta que questionava o representante federal sobre a ajuda à “família Sarney.”

Interrompendo a todos, Roseana respondeu em tom ríspido que a crise no Maranhão não era questão familiar. “Quem manda aqui sou eu, Roseana”, disse, para aplausos de aliados.

Neste sábado (10), a governadora maranhense concedeu entrevista ao UOL, por e-mail, e voltou a ser dura ao ser questionada se no Maranhão existe uma “oligarquia”.  “Isso é ignorância ou má-fé.”

Com respostas curtas, a governadora também disse que não sabe se vai deixar o governo do Estado em abril para concorrer ao Senado, afirmou que a violência é um problema nacional e confirmou a manutenção da licitação para compra de itens como caviar e uísque escocês.

MARANHÃO2

A governadora também relata as medidas que estão sendo tomadas para minimizar a crise no sistema prisional do Estado. Leia a íntegra da entrevista.

UOL – A senhora deixa mesmo o governo em abril para se candidatar ao Senado?

Roseana Sarney – Essa é uma questão que ainda estou analisando.

A senhora demonstrou insatisfação ao comentar sobre uma pergunta que falava sobre a família Sarney. A senhora, assim como os familiares, se sente injustiçada com os comentários de que o MA tem um “oligarquia”? 

Não existe oligarquia. Isso é ignorância ou má-fé. No Maranhão, assim como no Brasil, há democracia. Os governadores são eleitos. Não gosto de comentários maldosos.

Fonte: Uol

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE