AMARANTE

POLÍTICA

Magalhães critica desrespeito de Bolsonaro às mais de 500 mil mortes por Covid-19 no Brasil

Publicado em

POLÍTICA


O deputado Cícero Magalhães (PT) criticou o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmando que ele não tem nenhum respeito pelas mais de 500 mil mortes ocorridas na pandemia do novo coronavírus no Brasil. O orador afirmou que, além disso, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 instalada no Senado Federal investiga denúncia de corrupção na aquisição da vacina indiana Covaxin pelo Ministério da Saúde.

Cícero Magalhães disse que o Brasil é o segundo pais no número de óbitos causados pela Covid-19 e que essas mortes devem ser jogadas “no colo de alguém”, assinalando que o presidente da República leva a pandemia na brincadeira e indicou remédio sem eficácia para a população.

Em relação à vacinação contra a Covid-19, o parlamentar petista contestou Jair Bolsonaro dizendo que o Brasil não está em quarto lugar na quantidade de pessoas vacinadas no mundo, como ele afirma, mas na 78º posição.

Acrescentou Cícero Magalhães que até agora cerca de 12% dos brasileiros receberam as duas doses da vacina porque o Governo Federal não adquiriu quantidade suficiente de imunizantes.

Leia Também:  Deputados apresentam 19 requerimentos na sessão plenária desta terça-feira (15)

Cícero Magalhães afirmou que o presidente não tem um projeto para o Brasil e critou os ataques desferidos contra uma jornalista da TV Vanguarda, de São Paulo. Magalhães acusou Jair Bolsonaro de agir como um “leão” contra mulheres e que não existe “pergunta indecente, mas resposta imbecil”.

J. Barros  Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Mesa Diretora se reúne na segunda-feira para discutir a eleição de conselheiro do TCE-PI

Publicados

em


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), convocou, no início da sessão plenária desta terça-feira (3), uma reunião da Mesa Diretora do Poder para a próxima segunda-feira (9), às 10 horas, quando será debatido o processo de escolha do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) em substituição ao conselheiro Luciano Nunes, que se aposentou.

Themístocles Filho disse que a eleição do novo conselheiro será feita pela Assembleia Legislativa, de acordo com o que determina as Constituições Federal do Brasil e do Estado do Piauí, bem como o Regimento Interno da Casa. Ele assinalou que todos os deputados poderão participar da discussão do processo de eleição que será deflagrado após a divulgação da data e dos locais das inscrições dos candidatos.

O deputado B. Sá (Progressistas), que secretariou os trabalhos da sessão plenária, leu um ofício da presidente do TCE, conselheira Lilian Martins, comunicando a vacância do cargo de conselheiro que era ocupado por Luciano Nunes.

Leia Também:  Deputados apresentam 19 requerimentos na sessão plenária desta terça-feira (15)

Themístocles Filho confirmou que a eleição do novo conselheiro ocorrerá no próximo mês de setembro. pelo menos seis parlamentares já manifestaram interesse em disputar a vaga de conselheiro do TCE, incluindo a vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputada Flora Izabel (PT), e os deputados Franzé Silva (PT), Ziza Carvalho (PT), Wilson Brandão (Progressistas), Zé Santana (MDB) e Flávio Nogueira Júnior (PDT).

J. Barros – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA