AMARANTE

PIAUÍ

Lucy Soares defende a contratação de profissionais para novos leitos de UTI Covid

Avatar

Publicado em

PIAUÍ


A deputada estadual Lucy Soares (PP) postou nas redes sociais apelo aos gestores da saúde – estaduais e municipais – para que contratem mais profissionais para atuar nos novos leitos autorizados pelo Governo Federal.

O Piauí irá receber R$ 8,592 milhões do Ministério da Saúde para a implantação de 179 leitos de UTI, que atenderão exclusivamente pacientes com Covid-19. Para a deputada, as equipes de saúde que irão atuar nessas vagas devem ser compostas por profissionais que estejam fora do mercado de trabalho e que possuam experiência no atendimento a pacientes infectados pelo coronavírus.

“Sabemos que as equipes que estão na linha de frente contra o coronavírus já apresentam esgotamento físico e emocional. Desse modo, não é empático que elas sofram ainda mais com sobrecarga de trabalho”, avaliou Lucy Soares, que recentemente visitou dois hospitais de referência no tratamento da doença e observou de perto a rotina dos trabalhadores dentro de um sistema de saúde colapsado.  

A fim de amenizar a superlotação em diversas regiões do Piauí, os recursos para a instalação de novos leitos serão enviados aos seguintes hospitais: Hospital Regional de Bom Jesus, Hospital Regional Deolindo Couto (Oeiras), Hospital Regional Tibério Nunes (Floriano), Regional Chagas Rodrigues (Piripiri), Hospital Regional Senador Candido Ferraz (São Raimundo Nonato), Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela (Teresina), Maternidade Dona Evangelina Rosa (Teresina), Hospital da Polícia Militar Dirceu Arcoverde (Teresina), Hospital Geral do Monte Castelo (Teresina), Hospital Getúlio Vargas (Teresina) e Hospital da Universidade Federal do Piauí (HU-Teresina).

Assessoria parlamentar – Edição: Katia D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Piauienses vão poder pagar taxas do Detran via celular
Avatar

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

PIAUÍ

MPPI expede recomendação para vedar prática de nepotismo nas seis cidades da Comarca de Barro Duro

Avatar

Publicados

em


O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da Promotoria de Justiça de Barro Duro, expediu recomendação aos Prefeitos, Secretários Municipais, Presidentes de Câmaras Municipais e Vereadores da comarca de Barro Duro sobre vedação à prática de nepotismo. A comarca abrange os municípios de Barro Duro, Passagem Franca do Piauí, São Miguel da Baixa Grande, São Félix do Piauí, Prata do Piauí e Santa Cruz dos Milagres.

O promotor de Justiça Ari Martins assina o documento, que recomenda que se abstenham de manter, realizar admissão, contratação ou o credenciamento de servidores para os cargos do Poder Executivo e Legislativos, por pessoas que possuam qualquer tipo de parentesco com qualquer servidor, integrante não efetivo ou detentor de cargo eletivo de Pessoa Jurídica Municipal local.

As próximas orientações são no sentido de que seja promovida a imediata exoneração, rescisão contratual e descredenciamento de todos os ocupantes de cargos em comissão, funções gratificadas, temporários ou contratados que estão em situação de nepotismo nas Prefeituras e nas Câmaras Municipais da Comarca de Barro Duro ou que sejam parentes de Vereadores, até terceiro grau.

Leia Também:  Justiça Federal do Piauí autoriza pagamento de precatórias de mais de R$ 29 mi

A recomendação também ressalta que devem ser exonerados os Secretários Municipais que se encontrem em situação de ausência de qualificação técnica, sem formação na área da pasta, sem experiência profissional no âmbito da sua formação ou que a pasta não disponha de capacidade operacional para o cumprimento de qualquer atribuição pública. Além disso, é recomendado que se abstenham de manter, realizar admissão, contratação ou o credenciamento de servidores para somente atribuir-lhes salário.

O prazo para seguir a recomendação é de 5 dias e o descumprimento implicará em ação civil pública por ato de improbidade com obrigação de reparar danos causados ao erário municipal.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA