AMARANTE

ESPORTES

Liga das Nações: seleção feminina de vôlei perde para Estados Unidos

Publicado em

ESPORTES


A seleção brasileira feminina de vôlei conheceu a primeira derrota na Liga das Nações nesta quinta-feira (27). Após vencer Canadá e República Dominicana, o time verde e amarelo não conseguiu passar pelos Estados Unidos na competição realizada em Rimini (Itália). O placar do jogo foi de 3 sets a 1 (25/17, 25/19, 23/25 e 25/22). A maior pontuadora do lado brasileiro foi a ponteira Fernanda Garay, com 18 pontos, já Gabi alcançou 15 pontos.

“Lutamos bastante durante toda a partida. Buscamos a evolução e esses jogos são importantes para isso. Vamos analisar esse jogo e ver onde precisamos melhorar. Agora é seguir treinando forte e já pensar no Japão”, afirmou a líbero Camila Brait à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

A formação inicial mandada à quadra pelo técnico Zé Roberto Guimarães foi Macris, Adenizia, Gabi, Tandara, Bia, Fernanda Garay e Camila Brait. Mas, seguindo o esquema de rodízio proposto pelo comandante tricampeão olímpico, Dani Lins, Lorenne, Carol Gattaz, Mayany e Sheilla também participaram da partida.

Leia Também:  Liverpool bate Ajax e garante classificação na Liga dos Campeões

A equipe feminina volta a jogar na próxima segunda-feira (31), quando enfrenta o Japão a partir das 10h (horário de Brasília). Nos próximos três dias será a vez do torneio masculino, com a seleção brasileira estreando na próxima sexta-feira (28), a partir das 16h, contra a Argentina.

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Presidente Jair Bolsonaro sanciona Lei do Mandante

Publicados

em


O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a Lei nº 14.205, de 15 de setembro de 2021 (conhecido como Lei do Mandante), que altera a Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998. Segundo a nova legislação, os clubes de futebol têm o direito de negociar a transmissão e a reprodução de seus próprios jogos quando forem os mandantes do espetáculo. A nova norma foi publicada na edição desta segunda-feira (20) do Diário Oficial da União.

A partir de agora, a emissora de TV interessada em transmitir uma partida de futebol precisará negociar apenas com um time, no caso o mandante (a equipe que joga em casa). Além disso, o próprio clube vai poder transmitir o evento, abrindo uma nova possibilidade de obtenção de recursos para as equipes de futebol.

Quando não houver definição do mando de jogo, o chamado direito de arena dependerá da concordância dos dois clubes.

Ouça na Rádio Nacional

Edição: Fábio Lisboa

Leia Também:  Alisson e gol de Arrascaeta pelo Flamengo concorrem ao Fifa The Best

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA