AMARANTE

Esportes

Japão prorroga emergência de covid-19 em Tóquio a 76 dias da Olimpíada

Publicado em

Esportes


O primeiro-ministro do Japão Yoshide Suga prorrogou nesta sexta-feira (7) o estado de emergência em Tóquio e três outras áreas até o final de maio para conter uma disparada de casos do novo coronavírus (covid-19) atiçada pela disseminação de variantes do vírus a poucos meses da Olimpíada de Tóquio.

O governo esperava que uma emergência “curta e poderosa” contivesse uma quarta onda de infecções, mas os casos novos em cidades grandes, como Tóquio e Osaka, ainda estão em níveis altos, disse o premiê, Yoshihide Suga, ao anunciar a decisão.

Prorrogar o estado de emergência de 11 a 31 de maio deixará a uma margem de menos de dois meses para o início dos Jogos, que foram adiados no ano passado devido à pandemia, em 23 de julho.

“Houve um aumento rápido no número de pacientes gravemente doentes e mortes”, disse Suga em uma coletiva de imprensa, acrescentando que conter a propagação do vírus da população mais jovem para grupos mais vulneráveis, incluindo os idosos, é crucial.

Ele também observou que as variantes do vírus estão se espalhando rapidamente.

“Superaremos isto no futuro próximo”, disse Suga, prometendo comandar os esforços do governo para acelerar as vacinações com a meta de administrar um milhão de doses por dia ao público.

Mais cedo, o ministro da Economia, Yasutoshi Nishimura, que também está a cargo das medidas contra a pandemia, disse que o governo teme que Tóquio também fique sem leitos hospitalares em breve.

Leia Também:  Cristian Ribeira é vice-campeão mundial paralímpico na Noruega

Em uma casa de repouso de Osaka, 61 pessoas foram infectadas com covid-19 e 14 morreram à espera de hospitalização, noticiou a emissora pública NHK.

O município de Osaka relatou 1.005 casos novos nesta sexta-feira, e Tóquio teve 907.

Nacionalmente, o Japão já registrou 618.197 casos de infecção e 10.585 mortes de covid-19, a doença respiratória causada pelo vírus, mostraram cifras governamentais.

O governo também submeteu o município de Aichi, sede da Toyota Motor Corporation, e o município de Fukuoka, no sudoeste, a um estado de emergência – o que os coloca ao lado de Tóquio, Osaka, Hyogo e Kyoto, onde as medidas atuais vigoram desde 25 de abril.

A ilha de Hokkaido, no norte, e dois outros municípios foram acrescentados a um estado de “quase-emergência” que já cobre oito dos 47 municípios japoneses.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esportes

Covid-19: casos sobem em Pequim a 9 dias da Olimpíada de Inverno

Publicados

em


Pequim registrou 14 casos locais confirmados de covid-19 nesta quarta-feira (26), a maior contagem diária em seu atual surto, menos de duas semanas antes do início dos Jogos Olímpicos de Inverno na capital chinesa e na província vizinha de Hebei.

Embora os números do surto em Pequim desde 15 de janeiro sejam menores do que em outras partes do mundo, a cidade ordenou lockdowns direcionados para dezenas de milhares de pessoas e testou alguns milhões de moradores para limitar a infecção.

As restrições, alinhadas com um esforço nacional para conter surtos do vírus o mais rápido possível, assumem uma urgência extra, já que a China prometeu sediar com segurança os Jogos de Inverno e evitar grandes surtos durante a temporada de viagens do Ano Novo Lunar.

A capital chinesa registrou um total de 55 casos locais sintomáticos desde 15 de janeiro, mostram os dados. As autoridades de Pequim culparam a variante Delta pela maioria dos casos no surto atual, com alguns atribuídos à Ômicron, que é altamente transmissível.

Leia Também:  Liga das Nações: seleção feminina de vôlei perde para Estados Unidos

Pelo menos sete províncias, regiões e municípios da China registraram infecções pela Ômicron transmitidas localmente, enquanto o número total de casos é desconhecido.

* É proibida a reprodução deste conteúdo. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA