Menu...

Última Notícia

15 de dezembro de 2017

Sobe para 80 o número de mortos em naufrágio nas Filipinas


Hospital de Olhos
As autoridades das Filipinas abriram a investigação formal para esclarecer as razões do choque entre um navio mercante e uma embarcação de passageiros na região central do país, enquanto o número de mortos chegou a 80 e os trabalho de busca de outros 40 passageiros seguem ativos, informou neste sábado a imprensa local.

Os capitães de ambos os navios foram chamados para prestar esclarecimentos às autoridades marítimas, apontou Gilbert Ruedas, membro do comitê investigador. "Temos uma ideia clara do que passou", indicou Rueda sem fornecer mais detalhes, informou o jornal Inquirer.

O "MV St. Thomas Aquinas", que possuía 754 passageiros e 118 tripulantes a bordo, se dirigia ao porto de Talisay e, após colidir com o navio mercante "MV Sulpicio Express", acabou naufragando em poucos segundos. O incidente ocorreu no último dia 16 próximo à Ilha de Cebu.

Após o incidente, 750 conseguiram ser resgatadas com vida, segundo a Guarda Litorânea, enquanto os 40 desaparecidos ainda poderiam estar dentro do navio de passageiros.

Os mergulhadores, que realizaram uma operação para vedar o tanque de combustível, indicaram às autoridades que avistaram vários cadáveres dentro da embarcação.

O diretor da Autoridade de Indústria Marítima, Maximo Mejia, indicou que o navio de passageiros havia saído de sua trajetória, o que teria provocado a colisão com o cargueiro, que permaneceu flutuando com seus 36 tripulantes a bordo, embora tivesse a parte de trás do casco destruída.

A empresa proprietária do "Sulpicio Express" conta com um histórico de graves acidentes marítimos, incluído o naufrágio do navio filipino "Dona Paz" 1987, no qual morreram 4.317 pessoas, o maior acidente da história da navegação comercial.

FOTO: Erik De Castro/Reuters


Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE