3:11 pm - quinta-feira novembro 24, 9791

Polícia americana investiga drone atirador criado por adolescente americano

Edição e postagem: Denison Duarte, em 22-07-2015 15:41 | Última modificação: 22-07-2015 15:41
Hospital de Olhos

A FAA, agência federal de Aviação Civil americana, anunciou nesta terça-feira que investiga um vídeo on-line que mostra um aparelho similar a um “drone”, supostamente de fabricação artesanal, atirando, em Connecticut.

Intitulado “Arma voadora”, o vídeo de 14 segundos mostra o equipamento levantando vôo, zunindo furiosamente e atirando quatro vezes, com uma arma semiautomática, em um alvo que não aparece na imagem.

A gravação foi postada no YouTube em 10 de julho passado e já teve mais de dois milhões de acessos. O autor do vídeo, identificado como Austin Haughwout, de 18 anos, estuda Engenharia Mecânica e vive em Clinton, no estado de Connecticut.

“A FAA vai investigar a operação de um sistema de avião não-tripulado em um parque de Connecticut para determinar se alguma regulamentação foi violada”, declarou a agência em uma nota.

O pai de Austin negou que o filho tenha construído um “drone”, explicando que esses equipamentos são pré-programados, enquanto a criação do jovem é controlada manualmente a distância.

“As pessoas brincam com brinquedos de controle remoto há muitas décadas”, minimizou Brett Haughwout, em entrevista por telefone à AFP.

“O nome certo disso é quadricóptero de controle remoto. A imprensa continua usando uma palavra inadequada (‘drone’), porque ajuda a gerar medo”, criticou, bastante incomodado.

Segundo Brett, a FAA não entrou em contato com sua família.

“Eu não estendo por que as pessoas estão fazendo caso com isso. Não é como se fosse algo de novo”, comentou o pai.

“Ele é um estudante de Engenharia Mecânica. Ele constrói todo tipo de coisa”, acrescentou.
AAdjTjs
Fonte: MSN

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE