AMARANTE

GERAL

Inscrições para o Festival de Música Rádio MEC 2021 terminam hoje

Publicado em

GERAL


Músicos de todo o Brasil têm até às 23h59 desta segunda-feira (21) para se inscrever no Festival de Música Rádio MEC 2021. As inscrições são feitas exclusivamente na página da Rádio MEC.

Ao acessar a página, o participante terá que preencher nome, e-mail e fazer uma verificação de autenticidade. A partir daí, a pessoa receberá um link para preencher um formulário de participação e fazer o upload das composições.

Ao todo, 12 prêmios serão distribuídos em quatro categorias: Música Clássica, Música Instrumental, Música Infantil e Música Popular. De cada uma, sairá a melhor composição inédita, o melhor intérprete e a vencedora no voto popular, via internet.

O festival já superou o recorde de inscritos na edição deste ano. Até a manhã desta segunda-feira (21), 1.396 composições de 25 estados e do Distrito Federal já haviam sido registradas na página do festival. Rio de Janeiro (385), São Paulo (320) e Minas Gerais (160) foram os estados com mais inscritos. 

Para Thiago Regotto, gerente das rádios MEC AM e MEC FM, o recorde foi atingido por conta de uma novidade na edição deste ano: pela primeira vez, o Festival de Música Rádio MEC 2021 abriu as inscrições para músicos de todo o Brasil. “Só o fato de gente ter o Brasil inteiro já garante um crescimento expressivo e mostra que o festival está ganhando espaço em todo o país”, relata.

Leia Também:  Inmetro detalha regras para inclusão de brindes na venda de produtos

Regotto também aponta que a abertura de espaço para músicos de outros estados garantiu uma nova mobilização. “No Rio de Janeiro, onde está a história da Rádio MEC, e também na região Sudeste, a pessoa espera ano a ano que o festival aconteça. Este ano temos uma campanha em estados que ainda não tínhamos relação”, conta.

Todas as músicas inscritas serão submetidas a um júri técnico. No dia 17 de julho, até 100 classificadas para as semifinais serão divulgadas e serão veiculadas na programação das rádios MEC e MEC FM durante um mês. No dia 24 de agosto, as 24 músicas classificadas para as finais serão divulgadas. A final do Festival de Música Rádio MEC 2021 está prevista para ocorrer em 25 de setembro de 2021.

Confira as vencedoras do ano passado e relembre como foi a final da edição 2020 do festival:

Música Clássica:

Entrecordas

Jardins da Villa

Música Instrumental:

La ciba, no te quiero más

Inverno no Pelô

Música Infantil:

Melecada

Leia Também:  ISP: Rio de Janeiro tem queda de 16% nos homicídios dolosos

Pum

Categoria MPB:

Enquanto o Fole Respirar

Tem Dor

Voto Popular:

Viva Bossa

Assista ao vídeo de premiação da edição de 2020:

Edição: Nathália Mendes

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

GERAL

Primeiro edital socioambiental de Furnas vai distribuir R$ 1 milhão

Publicados

em


A empresa Furnas Centrais Elétricas, subsidiária da Eletrobras, lançou hoje (3) o primeiro edital socioambiental para distribuir R$ 1 milhão a iniciativas que envolvam a conservação da biodiversidade brasileira e dos serviços ecossistêmicos, promovendo a redução das desigualdades e o desenvolvimento sustentável de comunidades em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Serão beneficiadas pessoas jurídicas privadas sem fins lucrativos, sediadas no país.

Os projetos poderão receber até R$ 200 mil cada e deverão visar a proteção do meio ambiente e impacto social nas localidades em que serão executados. O gerente de Responsabilidade Social, Marca e Reputação de Furnas, Marcos Machado, destacou em entrevista à Agência Brasil que a companhia publica editais sociais desde 2009, mas esta é a primeira vez que vai contemplar projetos ambientais.

“A gente tem essa experiência com edital social desde 2009. Nosso foco sempre está alinhado com redução de desigualdades, geração de emprego e renda, conservação da biodiversidade, foco nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), Agora, pela primeira vez, a gente está incluindo também critérios ambientais”.

Para se candidatar aos recursos do edital, os projetos devem estar alinhados com os ODS da Organização das Nações Unidas (ONU) relativos à educação de qualidade, igualdade de gênero, trabalho decente e crescimento econômico, redução das desigualdades, ação contra a mudança global do clima e vida terrestre. Serão permitidas inscrições de mais de um projeto pelo mesmo proponente, mas apenas um deles poderá ser selecionado.

Leia Também:  Vendaval deixa 3 mortos e 40 feridos no interior de SP

Desafio

Segundo Marcos Machado, o projeto é ambicioso e gera grande desafio para a empresa ao unir as áreas social e ambiental. As inscrições podem ser feitas pela internet até o dia 3 de setembro. Os resultados serão divulgados no dia 17 de setembro, no site de Furnas, na plataforma Prosas e no Diário Oficial da União. Os contratos serão assinados a partir de 4 de outubro e os projetos selecionados terão dois anos para serem realizados.

As iniciativas devem demonstrar elevado potencial de proteção da fauna e da flora brasileira com algum grau de ameaça, em articulação com a inclusão social de públicos em vulnerabilidade socioeconômica, geração de renda, educação ambiental de crianças, adolescentes e adultos, e ações de desenvolvimento local, Por sua vez, as organizações candidatas devem comprovar atuação há mais de um ano na região onde vão desenvolver o projeto, em mais de 500 municípios onde Furnas tem instalações.

“A gente está muito esperançoso e ansioso para ver quais são os projetos que virão. Porque a nossa expertise é mais na área social. Esse primeiro edital socioambiental é um desafio”, reiterou o gerente de Furnas. Uma banca mista, formada por dois representantes da empresa, sendo um da área social e outro da área ambiental, e um jurado externo, vai avaliar os projetos.

Leia Também:  A Voz do Brasil 86 anos: conheça quem faz o programa

Para o presidente da subsidiária da Eletrobras, Clovis Torres, o edital vem ao encontro das preocupações da companhia com a promoção do meio ambiente e o compromisso social. “A empresa sempre teve uma atuação voltada para a sustentabilidade e adota práticas EESG [do nome em inglês, que significa meio ambiente, social e governança, acrescida da dimensão econômica], no sentido de valorizar questões ambientais, socioeconômicas e de governança corporativa”, ressaltou Torres.

Edição: Lílian Beraldo

Fonte: EBC Geral

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA