AMARANTE

PIAUÍ

HGV teve aumento de 200% nas internações de pacientes com Covid-19

Avatar

Publicado em

PIAUÍ


O Hospital Getúlio Vargas (HGV) divulgou, nesta terça-feira (6), o 17º Informe Epidemiológico da Covid-19. O boletim mostra que o mês de março apresentou uma elevação de 200% do número de pacientes internados em relação ao mês anterior.

Os indicadores são correspondentes ao período de 1º de abril de 2020 a 31 de março de 2021. O informe apresenta que o HGV atendeu, nesse período, um total de 1.072 pacientes, sendo que em março deste ano apresentou o maior número de admissões, com 228 pacientes, o que corresponde um aumento de 200% em relação ao mês anterior.

O boletim mostra ainda que 71% dos pacientes admitidos são provenientes de cidades do interior do estado. O diretor-geral do HGV, Osvaldo Mendes, diz que a situação ainda é muito preocupante e merece uma atenção maior, principalmente no interior. “Isso é um reflexo do não cumprimento das medidas restritivas nessa região”, destaca o gestor.

A coordenadora do Núcleo de Qualidade e Segurança do Paciente do HGV, Nirvania Carvalho, aponta que houve um aumento de casos na faixa etária abaixo de 60 anos. “Em fevereiro tínhamos 37% do total de casos nessa faixa etária e em março, tivemos 45% de internações com pessoas abaixo dos 60 anos”, explica a enfermeira.

Leia Também:  Câmara de Esperantina pede cassação de prefeito

O presidente da Fepiserh, órgão que gerencia o HGV, Ítalo Rodrigues, destaca que o hospital foi estruturado para atender à demanda, aumentando os leitos clínicos e de UTI. “ Hoje, o HGV possui 70 UTIs exclusivas para pacientes com Covid-19. É a maior estrutura do estado, no entanto, os números da pandemia crescem de uma forma que preocupa porque já chegamos ao limite de ampliação”, afirma o gestor.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

PIAUÍ

HGV e Justino Luz ampliam estrutura e tornam-se referência no tratamento da Covid-19

Avatar

Publicados

em


O Piauí enfrenta a segunda onda da pandemia da Covid-19 e os Hospitais Getúlio Vargas (HGV), em Teresina, e Justino Luz, em Picos, ambos gerenciados pela Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), tornaram-se referência no tratamento da doença no estado.

Ítalo Rodrigues, presidente da Fepiserh, destaca que, com a ampliação do número de leitos de UTI no HGV, a unidade de saúde passou a contar com 70 leitos de terapia intensiva e tornou-se o maior hospital do estado com capacidade de atendimento na pandemia e um dos maiores do país. “Poucos hospitais no Brasil têm essa capacidade de atendimento. Somos grandes no tamanho, mas, sobretudo, na qualidade do serviço que ofertamos”, pontua o gestor.

O Hospital Justino Luz também aumentou a capacidade de atendimento e até o fim de abril deve receber 20 novos leitos clínicos para pacientes com Covid-19 com ventilação mecânica não invasiva.

Inaugurações

Nos próximos meses, o Governo do Estado inaugura uma ala de cirurgias cardíacas no HGV, passando a atender uma demanda reprimida no estado, que atualmente só realiza esse tipo de cirurgia pelo SUS em hospital privado credenciado.

Leia Também:  Novas eleições: juiz eleitoral cassa mandato do prefeito de Castelo do Piauí por compra de votos

“O HGV será o primeiro hospital público do estado a oferecer cirurgia do coração”, afirma o presidente da Fepiserh, que também colocou no cronograma a inauguração do Centro de Parto Normal e a Casa da Gestante, em Picos.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA