AMARANTE

Política

Henrique Pires articula obras de abastecimento e saneamento em Batalha

Publicado em

Política


O deputado estadual Henrique Pires (MDB) esteve em Batalha para a assinatura da ordem de serviço para a realização da obra de abastecimento d’água na localidade Poção. Serão investidos R$ 300 mil no Programa de Investimentos Pro Piauí.  “Esta á uma obra que já vem sendo aguardada e estava assegurada, mas teve o começo adiado por conta da pandemia”, explicou.

Durante o encontro com os moradores da comunidade o deputado explicou que quando foi presidente nacional da Funasa chegou a liberar recursos para obras de esgotamento nos municípios, mas a época o secretário estadual das cidades não conseguiu dar andamento ao projeto. Para garantir a 1ª etapa foram assegurados recursos da ordem de R$ 10 milhões no Orçamento de 2022, do qual o deputado foi relator.

“Conseguimos essa garantia com o governador Wellington Dias que tem atendido nossos pleitos aqui para o município”, acrescentou o deputado. A visita aconteceu na última segunda-feira (3) e contou com a presença da ex-vereadora Fátima Pires, do vice-prefeito de Batalha, Adão, do vereador Luís Miranda e do secretário do Meio Ambiente, Paulo Pires.

Leia Também:  Francisco Limma lembra os 16 anos de criação da Adapi e parabeniza servidores

Ascom Deputado Henrique Pires – Edição: Katya D’Angelles 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Deputados apresentaram vários projetos para combater a violência contra a mulher

Publicados

em


O 7º Boletim de Ocorrências de Violência Contra a Mulher, divulgado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-PI) no final do ano passado, informa que houve 22 casos de feminicídio de janeiro a setembro de 2021. Em razão desse fato, os parlamentares da Assembleia Legislativa atuaram para apresentar medidas com o objetivo de minimizar o problema.

O deputado estadual Severo Eulálio (MDB), por exemplo, apresentou à Casa um Projeto que foi sancionado pelo Poder Executivo (Lei nº 7.567, de 31 de agosto de 2021) e institui o programa de cooperação e “Código Sinal Vermelho”.

Trata-se de uma forma de pedido de socorro para mulheres que se encontram em situação de violência doméstica ou familiar. Com a medida, atendentes de farmácias, restaurantes ou outros profissionais que trabalham com atendimento podem acionar a polícia ao identificarem o pedido de ajuda de vítimas, sinalizado por um “x” vermelho na mão.

Uma outra forma de combater a violência de gênero é por meio da capacitação profissional e da geração de emprego e renda. Assim, o deputado Gessivaldo Isaías (Republicanos) apresentou o Projeto de Lei Nº 222/2021, que institui o selo Práticas Inovadoras de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher.

Leia Também:  Hugo Napoleão é cotado para assumir o Ministério da Educação

O PLO tem o objetivo de promover o reconhecimento das empresas que atuam desenvolvendo ações voltadas para a prevenção da violência contra a mulher, como a contratação de vítimas de agressão para seus quadros funcionais e a divulgação de informações sobre o tema por meio de palestras e reuniões.

Andréia Sousa – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA