AMARANTE

Piauí

Governador Wellington Dias discute metas para saúde com membros do CONASEMS

Publicado em

Piauí


O governador Wellington Dias se reuniu na tarde de quarta-feira (13), com representante nacional do Conselho Nacional de Secretarias municipais de Saúde – CONASEMS, Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Piauí (COSEMS-PI) e secretário de saúde com o propósito de estabelecer metas na saúde no Estado, como o incentivo para bater metas de vacinação contra a COVID-19 e cofinanciamento dos estados e municípios para a redução de mortalidade infantil e de gestantes.

Na reunião, foi discutido o incentivo financeiro para a vacinação com o compromisso por parte do Estado para estender esse incentivo até o mês de dezembro, para alcançar a meta de 80% da população com pelo menos a primeira dose. “Nós pactuamos nessa reunião solução para problemas importantes. De um lado, a área da vacina. o Estado vai manter a prorrogação do incentivo para que a gente consiga até o mês de dezembro atingir a meta de 80% da população com pelo menos a primeira dose e trabalhar dentro do regramento a segunda dose e a dose de reforço”, conta o governador.

Leia Também:  MPPI realiza audiência extrajudicial sobre ao fluxo de regulação de pacientes entre os hospitais de Porto e Piripiri

De acordo com Wellington, cerca de 70 municípios piauienses estão abaixo da meta do próprio Estado, necessitando um olhar especial para esses municípios. “Cerca de 70 municípios estão abaixo da média do próprio Estado, então há a necessidade de acelerar a vacinação. E inclusive, com a possibilidade de premiação para cidades que estão acima da média nacional”, explica.

O diretor financeiro do CONASEMS, Hisham Mohamad, conta sobre o compromisso do Estado nos temas debatidos durante a reunião. “Durante essa reunião foi pleiteado o incentivo para a vacinação. Tem um compromisso aqui do governador para estender a pedido do COSEMS até o mês de dezembro, além da contrapartida estadual na redução da mortalidade materno-infantil, então aportar recursos para os municípios para essa situação”, destaca Hisham.

Para a presidente do COSEMS-PI e secretária de saúde de Oeiras, Auridene Moreira, o incentivo estadual é de extrema importância para o avanço da vacinação em municípios que estão abaixo das metas. “Entendemos que é uma forma de incentivar os municípios para que cada vez mais tenhamos condição não apenas de operacionalizar a vacina dentro dos municípios, mas ainda uma forma de incentivar para que esse registro seja feito na base de dados para que chegue a nível nacional. Então essa pactuação foi feita agora para que haja uma prorrogação até o mês de dezembro, onde devemos pactuar metas onde os municípios terão que atingir algumas metas para que tenhamos condições para fazermos uma continuidade desse repasse durante esses três meses”, declarou.

Leia Também:  Governador autoriza obras que vão trazer desenvolvimento para Redenção do Gurguéia

Outro ponto discutido durante a reunião é o cofinanciamento do Estado no objetivo de instalar políticas que visam a diminuição da mortalidade infantil e de gestantes. “Aqui estamos acertando a partir de um grupo de trabalho o objetivo do cofinanciamento de sustentar uma política para redução de mortalidade infantil e de gestantes e com isso alcançar melhores resultados salvando vidas”, destacou o governador Wellington Dias.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

Piauí vacina 70% da população com a primeira dose contra a Covid

Publicados

em


O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, anunciou, neste sábado (23), que o Piauí atingiu a marca de 70% da população piauiense vacinada com a primeira dose da vacina contra a Covid-19. A população completamente imunizada com duas doses da vacina ou com a dose única soma 44,43% dos piauienses.

De acordo com o vacinômetro, já foram aplicadas 3.780.269 doses de imunizantes, sendo que destas mais de 2.297.040, são de primeira dose e 1.457.833 de segunda dose e dose única. O Vacinômetro do Estado vem passando por atualizações e apresenta mudanças diariamente em relação à quantidade de vacinas aplicadas, à medida que os dados forem sendo inseridos pelos municípios.

Ao todo, o Ministério da Saúde entregou 4.519.205 milhões de doses ao Estado. A população vem sendo contemplada com vacinas da CoronaVac/Instituto Butantan, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen/Johnson&Johnson, que utiliza apenas uma dose de aplicação para imunização contra o vírus.

O Estado segue com uma logística de distribuição ágil, possibilitando que os lotes encaminhados pelo Ministério da Saúde, cheguem aos municípios com a maior brevidade. “Cada aumento da cobertura vacinal é motivo de comemoração. Quem ainda não se vacinou, deve procurar uma unidade de saúde e se vacinar. O avanço da imunização contra a doença reflete diretamente nos índices de infecção e internamento, que estão cada vez mais baixos”, enfatizou Florentino.

Leia Também:  Governador autoriza obras que vão trazer desenvolvimento para Redenção do Gurguéia

Nas últimas semanas também estão sendo ampliados os grupos de aplicação de dose reforço (DR), que contempla além de idosos acima de 60 anos, os imunossuprimidos e profissionais de saúde. No estado já foram aplicadas 25.396vacinas em esquema de terceira dose. A aplicação de doses nos adolescentes, da mesma forma, também vem ampliando. Neste grupo, a vacinação no grupo de 12 a 17 anos já passa de 79.017 mil, em 201 municípios.

“Estamos vivendo um momento importante no combate à pandemia, com resultados significativos e animadores. A aplicação das doses de reforço e adicionais, além da imunização dos adolescentes nos demonstram isso. Estamos colhendo o resultado de um trabalho compartilhado entre o Estado, os municípios e o Governo Federal”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA