AMARANTE

PIAUÍ

Governador aprova programa de alfabetização do PRO Educação

Avatar

Publicado em

PIAUÍ


O governador Wellington Dias recebeu o secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, nesta sexta-feira (26), para tratar de uma das metas do PRO Educação que é a alfabetização de jovens e adultos do estado. Estiveram presentes também a representantes da consultoria da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e a equipe técnica da Secretaria de Educação (Seduc).

“O Piauí tem uma preocupação em relação a toda essa geração do século XXI, mas também uma preocupação com uma geração prejudicada, que não teve oportunidade de estudar na idade de certa, nem de se alfabetizar, nem de fazer o Ensino Fundamental e o Ensino Médio, um ensino técnico, muito menos uma universidade. Não nos esquecemos desse público. Queremos colocar na prioridade do Piauí. Assim, aprovamos o programa de jovens e adultos dentro do PRO Educação, que é um programa que vai ter uma meta muito ambiciosa, de alfabetizar cerca de 200 mil pessoas até o final de 2022, garantir aos 224 municípios turmas de alfabetização”, explicou o Dias.

Leia Também:  No Piauí, homem atira em companheira e foge

Segundo o governador, este é mais do que um programa de alfabetização. “Queremos elevar a escolaridade com profissão de nível técnico, abrir oportunidade para quem quer estudar. Vamos encaminhar o projeto à Assembleia Legislativa para aprovação e trabalhar a educação de jovens e adultos também como prioridade para o Piauí”, declarou.

Para o secretário de Educação, Ellen Gera, é muito importante falar de alfabetização no contexto do PRO Educação. “Muita gente olha para o PRO Piauí e enxerga investimentos apenas em obras de infraestrutura e aquisição de equipamentos, mas o programa, no âmbito da educação, vai muito além. Vamos trabalhar muito forte nas ações pedagógicas e uma das principais ações é a alfabetização de jovens e adultos, bem como a alfabetização na idade certa”, garantiu.

O gestor acrescenta que o programa de alfabetização de jovens e adultos, já aprovado pelo governador e equipe técnica junto à consultoria da FGV, será encaminhado à Alepi para que possa ser iniciado de fato. “Alfabetizar o Piauí é uma grande meta do PRO Educação para desenvolver nosso estado”, finalizou.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Avatar

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

PIAUÍ

Seduc orienta sobre primeira fase da avaliação do Programa Juntos Para Avançar

Avatar

Publicados

em


A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) do Piauí divulgou a orientação técnica (CAEC/SUEB Nº 01/2021) para as escolas sobre a aplicação da Avaliação Diagnóstica na fase 1 do Programa de Reforço de Aprendizagem – Juntos para Avançar. A aplicação dos Instrumentos da 1ª Avaliação Diagnóstica do Juntos Para Avançar dos componentes de Língua Portuguesa e Matemática e demais componentes curriculares deverá acontecer no período entre 19 e 30 de abril de 2021.

A estratégia de Avaliação Diagnóstica auxiliará as instituições a entenderem os níveis de aprendizagem em que os estudantes se encontram, assim como identificar possíveis defasagens do ano letivo 2020, como explica a Maria José Mendes Neta, diretora da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc. “Destacamos que a avaliação nunca será um fim em si mesma e o objetivo da avaliação diagnóstica não é classificar o aluno, mas mostrar as necessidades dos estudantes e direcionar as intervenções pelos professores. Neste sentido, o nome diagnóstico é bastante apropriado, pois, este não só aponta o problema, mas indica qual é o tipo de ‘remédio’ que a escola precisa utilizar para sanar possíveis lacunas e criar condições propícias à aprendizagem aos nossos estudantes”, disse.

As avaliações abrangem as disciplinas de Língua Portuguesa e de Matemática e avaliações dos demais componentes curriculares:

1. As avaliações de Língua Portuguesa e Matemática serão enviadas em arquivos de PDF pela Seduc/Mobieduca.me e as avaliações dos outros componentes curriculares serão elaboradas pelos seus respectivos professores, orientados pela CAEC a partir elaboração de itens, e ainda, analisadas pela coordenação pedagógica (demais componentes curriculares);

Leia Também:  Novo reitor da Uespi tomará posse no dia 28 de janeiro

2. Serão aplicadas para os estudantes com acesso à internet através do Mobieduca.me;

3. Serão aplicadas para os estudantes sem acesso a internet no formato impresso, entregues pela escola, conforme orientações da Seduc sede aos gestores escolares.

Para garantir que todos os estudantes matriculados nas turmas de 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental regular e da 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio regular participem da avaliação, a dupla gestora deverá apresentar um cronograma de acordo com o período previsto para aplicação da avaliação, conforme turmas e turnos que a escola possui, para os estudantes com e sem acesso à internet.

Análise dos Resultados e planejamento de ações

Os dados da avaliação diagnóstica servirão como ponto de continuidade para a fase 2, oferecendo às escolas um indicador para fundamentar e direcionar suas estratégias e seu planejamento docente.

Cosme de Carvalho, coordenador de Avaliação Educacional e Currículo (Caec) da Superintendência de Ensino (Supen) da Seduc, destaca que avaliações da aprendizagem neste período, causado pela pandemia de Covid-19, são essenciais para que as crianças e os jovens da rede pública de ensino do estado do Piauí não sejam prejudicados.

Leia Também:  Piauí deve receber R$ 311 milhões em recursos para a Previdência

“Em relação aos processos avaliativos é indispensável que essas atividades sejam planejadas com bastante atenção. Durante esse tempo em que os estudantes estão tendo que ficar em casa e as aulas estão sendo ministradas de forma virtual, duas questões que se interrelacionam revelam-se importantes neste momento: identificar o estágio de aprendizado em que cada criança ou jovem se encontra e medir o impacto das atividades realizadas a distância durante o período de isolamento. Através da avaliação diagnóstica, poderemos saber em qual estágio estão nossos alunos, se atingiram os objetivos de aprendizagem integralmente, parcialmente ou não atingiram o objetivo proposto”, pontuou.

A escola, com o apoio da Gerência Regional de Educação (GRE) e Seduc, organizará um momento para analisar coletivamente os resultados obtidos na avaliação diagnóstica de cada componente curricular, validando ações já propostas no seu plano de ação que poderão suprir as defasagens de aprendizagens identificadas e/ou inserir novas ações com a finalidade de corrigir rotas.

A avaliação é uma ação que faz parte do Programa Juntos Para Avançar, organizada em quatro eixos: a melhoria da proficiência em leitura e produção textual, melhoria da proficiência em resolução de problemas, redução do abandono escolar e aprovação com aprendizado.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA