3:11 pm - segunda-feira novembro 23, 7040

Violência reduz expectativa de vida, segundo o Ipea

Edição e postagem: Denison Duarte, em 14-07-2013 09:24 | Última modificação: 14-07-2013 09:30
Hospital de Olhos

A morte violenta de milhares de jovens a cada ano no país provoca redução da expectativa de vida em todos os estados, revela estudo divulgado nesta sexta-feira pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Em alguns estados, como Alagoas e Espírito Santo, a expectativa de vida dos homens diminui mais de dois anos por causa de homicídios, acidentes e suicídios de pessoas entre 15 e 29 anos. De acordo com o Ipea, os homens de Alagoas têm perda de 2,62 anos em sua expectativa de vida. No Espírito Santo, a perda é de 2,14 anos.

Outros nove estados têm redução de mais de 1,5 ano na esperança de vida por causa da violência na juventude: Bahia (1,81 ano), Amapá (1,74), Pará (1,73), Paraíba (1,69), Paraná (1,68), Pernambuco (1,66), Ceará (1,6), Goiás (1,53) e Mato Grosso (1,51). Apenas três estados têm perda estimada menor do que um ano: São Paulo (0,78), Acre (0,95) e Santa Catarina (0,98). No Rio de Janeiro, a perda é de 1,32 ano e no Distrito Federal, 1,42.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE