Menu...

20 de Janeiro de 2018

Sobe para 24 nº de mortos por chuvas no ES


Hospital de Olhos

Subiu para 24 o número de mortos por causa das chuvas que atingem o Espírito Santo desde o dia 19. De acordo com boletim divulgado neste sábado, 28, pela Defesa Civil, seis pessoas continuam desaparecidas em Baixo Guandu. A chuva diminuiu no Estado, mas o Rio Doce voltou a encher, afetando o Pontal do Ipiranga, em Linhares, onde uma ponte ficou danificada.

Subiu para 24 o número de mortos por causa das chuvas que atingem o Espírito Santo desde o dia 19. De acordo com boletim divulgado neste sábado, 28, pela Defesa Civil, seis pessoas continuam desaparecidas em Baixo Guandu. A chuva diminuiu no Estado, mas o Rio Doce voltou a encher, afetando o Pontal do Ipiranga, em Linhares, onde uma ponte ficou danificada.

Localidades que estavam completamente isoladas são agora atendidas por tratores, barcos e helicópteros, principalmente Itaguaçu e Baixo Guandu, mas continuam sem energia elétrica e com riscos de novos deslizamentos de terra. Em todo o Estado, mais de 60 mil pessoas precisaram sair de suas casas e ainda não puderam retornar – 7.396 pessoas foram acolhidas em abrigos e 52.641 continuam em casas de parentes e amigos. O número de feridos chegou a 583. Dos 78 municípios capixabas, 54 foram afetados pelas chuvas. A Secretaria Nacional de Defesa Civil cessou os alertas de enxurrada. Entretanto, foram emitidos alertas de risco de deslizamento de terra.

De acordo com a previsão divulgada neste sábado pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a noite de Ano Novo deve ser de chuva em grande parte do país. O Espírito Santo, no entanto, é uma das áreas onde não há previsão de chuvas. No domingo e na segunda-feira, há possibilidade de pancadas de chuva no Oeste e no Leste do Espírito Santo, mas na terça-feira e na quarta-feira a previsão é de tempo bom para todo o estado, de acordo com o meteorologista Henri Pinheiro, do Cptec/Inpe.

Minas Gerais – No Leste de Minas Gerais, uma das regiões mais afetadas pelas chuvas dos últimos dias, há possibilidade de pancadas isoladas nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro. No estado, foram confirmadas 21 mortes pelas tempestades e há 9.419 desabrigados e desalojados em 51 cidades. Também deve chover no Sul de Minas Gerais. A última vítima foi localizada na cidade de Buritizeiro. Allison Pablo da Silva Rocha, 17 anos, morreu em um acidente de moto.

Na região Sudeste, a probabilidade maior de chuva é para São Paulo. “Podem ocorrer temporais a partir de hoje. Já chove forte em cidades do Vale Paranapanema e do Oeste Paulista. Nos próximos dias, o tempo deve continuar nublado com possibilidade de chuva”, disse Pinheiro.

Também há probabilidade de chuva durante a virada do ano na capital do Rio de Janeiro, bem como no Sul Fluminense e na região do Vale do Paraíba.

Donativos – Em Minas Gerais, a Defesa Civil pede doações de fraldas descartáveis e fraldas geriátricas para as vítimas das chuvas. Foram doados até o momento 80 toneladas de alimentos, 5.800 colchões, 5.260 cobertores, 1.664 telhas, 3.720 kits de produtos de higiene pessoal, 250 kits de produtos de limpeza, 510 roupas e 47 rolos de lona para a população afetada pelas chuvas. No Espírito Santo, o apelo é para mais doações de colchões. Foram doados até o momento no estado 10.622 cestas básicas, 289 mil litros de água potável, 7.077 colchões, 2.510 kits-dormitório (fronha, travesseiro e lençol), e 2.984 kits de produtos de higiene pessoal.

(Com Estadão Conteúdo)

Tags: , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE