3:11 pm - sexta-feira novembro 23, 7804

Motoristas de van fazem novo protesto e bloqueiam vias no Rio

Edição e postagem: Denison Duarte, em 15-10-2013 00:30 | Última modificação: 15-10-2013 00:30
Hospital de Olhos

Motoristas de van da comunidade de Rio das Pedras, zona oeste do Rio, voltaram hoje (14) a fazer protestos contra o novo esquema de circulação da prefeitura, iniciado no sábado (12). Os manifestantes bloquearam ruas e atearam fogo em pedaços de madeira e entulho. Manifestações semelhantes já haviam ocorrido na sexta-feira (11).

Devido à manifestação, vias importantes da região, como a Avenida Engenheiro Souza Filho, ficaram fechadas por mais de uma hora, o que provocou retenções no trânsito. Agentes da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) chegaram cedo ao local desde cedo retirando o lixo do meio das ruas. O corpo de bombeiros trabalharam na área para conter pequenos focos de incêndio.

De acordo com a Coordenadoria Especial de Transporte Complementar, há informações, ainda sendo apuradas pela polícia, de que milicianos da comunidade participam do protesto. Pelas novas regras definidas pela prefeitura, as vans não poderão mais passar por quatro das principais avenidas da zona oeste: Avenida das Américas, Ayrton Senna, Armando Lombardi e Ministro Ivan Lins.

O número de vans autorizadas a circular por Jacarepaguá, pela Barra e pelo Recreio foi reduzido de 1,2 mil para 392. Muitos moradores da comunidade se queixavam da falta de informações e de transporte na região.

Por medida de segurança, a prefeitura suspendeu a circulação de ônibus na comunidade, temendo represálias dos motoristas de vans. ‘Eu nem sabia dessa proibição das vans circularem, agora não sei que horas vou chegar ao trabalho. Nem ônibus tem pra gente pegar, temos que andar muito para chegar ao ponto e ainda pegar uma condução lotada. Isso é muita judiação com o povo’, disse o auxiliar administrativo Roberto Oliveira, que trabalha no centro da cidade.

A empregada doméstica Maria de Souza disse que muitos mototaxistas estavam aproveitando a falta de conduções para cobrar preços mais altos. ‘Um rapaz se ofereceu para me levar ao Recreio e me cobrou R$ 15. Geralmente eles me cobram R$ 5. Quem sair com dinheiro contado hoje está perdido’, contou a doméstica.

A Secretaria Municipal de Transportes informou que desde sábado (12) começou a nova etapa de implantação do Sistema de Transporte Público Local na Barra da Tijuca, em Jacarepaguá e no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da cidade.

De acordo com a nota, para garantir bom atendimento aos usuários de transporte público na região, a secretaria determinou ao consórcio Transcarioca aumento na frota das linhas que atendem às áreas onde há restrição de circulação de vans.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE