3:11 pm - sábado novembro 23, 5275

Em São Luís, reconhecer paternidade tem sido presente para muitos filhos

Edição e postagem: Denison Duarte, em 09-08-2013 00:19 | Última modificação: 09-08-2013 00:19
Hospital de Olhos

Perto do dia dos pais, muitos filhos estão ganhando um presente: o reconhecimento de paternidade. A Defensoria Pública do Maranhão realiza, em São Luís, um mutirão para facilitar a vida de pais que querem registrar um filho. A comprovação é feita por meio de exame de DNA, e o resultado sai em 10 dias.

Priscila da Silva, de 13 anos, e o técnico em rede de computadores, Sandro Nogueira sabem bem o que isso significa. Os dois só descobriram que eram pai e filha há três meses, por acaso. Nessa quinta-feira (8), eles foram a Defensoria Pública para fazer o exame de DNA, em busca do reconhecimento legal, definitivo, além da mudança de sobrenome.

“É de extrema importância o reconhecimento de paternidade. Esse exame de DNA veio só comprovar a importância que tem o pai reconhecer seu filho ou filha”, garantiu Sandro.

O projeto "Ser Pai é Legal" tem ajudado a resolver problemas familiares e até a reduzir o número de ações judiciais, de reconhecimento de paternidade no Maranhão. “O objetivo é exatamente estimular o reconhecimento voluntário, espontâneo da paternidade, sem a necessidade de ingresso com uma ação judicial”, explicou o defensor- geral Aldyr Melo Filho.

Em um único dia, quase 30 pessoas se cadastraram junto a Defensoria para fazer o processo de reconhecimento de paternidade. Um deles, Jaildo Albuquerque, diz que já ganhou o presente do dia dos pais: ser pai do pequeno Victor Leonardo. “É uma grande alegria. Eu não dúvidas. Foi a mãe dele mesmo quem quis e eu concordei”, afirmou o garçom.

O serviço é oferecido, gratuitamente, de segunda a sexta-feira. Para mais informações, o telefone da Defensoria Pública é: (98) 3221-6110.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE