3:11 pm - sexta-feira novembro 23, 7860

Após elucidar homicídio em menos de 24h, PM de Caxias efetua prisão de autores

Edição e postagem: Denison Duarte, em 25-08-2013 21:13 | Última modificação: 25-08-2013 21:32
Hospital de Olhos

Caxias-Por volta de 00h20 de 24/08/13, sábado, na 2ª Travessa Benjamin Constant, bairro José Castro, uma mulher de 32 anos, identificada como FABIANE FEITOSA MOURA, residente na Rua Ismael Ribeiro, José Castro, foi morta com dois tiros de revólver efetuados por dois indivíduos, que segundo populares, estavam em uma motocicleta de cor preta.

Após o crime o Serviço de Inteligência do 2º BPM procedeu com investigações que perduraram por toda a madrugada, investigações estas que foram determinantes para identificar os autores do crime: VANDERSON DOS SANTOS ALMEIDA, conhecido como “MARCONI”, 26 anos de idade, e ANTONIO CARLOS AZEVEDO DINIZ FILHO, de 21 anos, ambos residentes no bairro João Viana.

Dando continuidade às diligências, após a identificação dos homicidas, diversas viaturas da Polícia Militar foram empregadas no sentido de prendê-los, sendo que VANDERSON DOS SANTOS ALMEIDA, o “MARCONI”, apontado como autor dos disparos fatais, foi preso na Rua 13 de Maio, José Castro, na casa de uma mulher conhecida como IARA, a qual possui passagens por tráfico.

Com a chegada dos policiais militares Marconi ainda tentou fugir pulando um muro, ocasião em que sofreu ferimentos no pulso causados por estilhaços de vidro fincados na parte superior do muro.

Ele foi levado ao Socorrão onde foi atendido e, após liberação, foi conduzido para a delegacia. Na casa de iara também foi encontrada a motocicleta Honda Fan, cor preta, de placa NMR 5781, que foi utilizada pelos homicidas.

Logo em seguida os militares prenderam também o segundo envolvido ANTONIO CARLOS AZEVEDO DINIZ FILHO, que foi encontrado em sua residência localizada na Rua Nata no João Viana. Com ele os PMs encontraram a arma utilizada no crime, um revólver calibre 38, com dois cartuchos intactos.

As investigações iniciais apontam que um suposto débito com o tráfico teria motivado o crime.

Marconi, como é conhecido, é considerado de alta periculosidade e estaria envolvido em outros homicídios corridos na cidade.

A dupla foi autuada em flagrante no 1º DP.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE