3:11 pm - segunda-feira novembro 23, 1057

ALMAPI homenageia Desembargador Heli Ferreira Sobral em seu centenário

Edição e postagem: Denison Duarte, em 08-07-2013 11:00 | Última modificação: 08-07-2013 20:33
Hospital de Olhos

Em sessão presidida por seu presidente, desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho, a Academia de Letras da Magistratura Piauiense prestou homenagem ao desembargador Heli Ferreira Sobral (1913-1986) no ano de seu centenário. Presentes à homenagem a desembargadora Eulália Pinheiro, presidente do TJPI e demais desembargadores que formam o Colegiado da Casa.

A desembargadora Eulália Pinheiro, em seu pronunciamento, lembrou que foi saudada pelo desembargador Heli Sobral, seu conterrâneo da cidade de Amarante, quando tomou posse como primeira magistrada do Piauí, e revelou-se emocionada em participar da homenagem aos cem anos de nascimento de Heli Sobral.

Em nome dos acadêmicos da ALMAPI, o desembargador Oton Lustosa lembrou da pessoa de Heli Sobral ainda como professor da UFPI, participando da formação de novos operadores do Direito. Falando em nome da família , o ouvidor geral do Estado, João Madson Nogueira lembrou a figura familiar do homenageado. A ALMAPI ofereceu no Salão Verde do TJPI café da manhã ao término da sessão.

Desembargador Heli Ferreira Sobral nasceu em Amarante-PI, a 08 de junho de 1913. Filho de Antônio Ferreira Sobral e Maria de Carvalho Mendes Sobral. Bacharel pela Faculdade de Direito do Piauí. Antes, foi funcionário público estadual. Promotor Público em Campo Maior. Juiz de Alto Longá e São Benedito (Beneditinos, hoje) e Juiz de Direito em Paulistana, Porto Alegre (hoje Luzilândia), Valença, União, Picos, Amarante, Barras e Teresina (PI). Designado pelo Tribunal, procedeu a inquérito em Jaicós sobre homicídio na pessoa do Juiz Valdinar Serra e Silva. Membro e Presidente do Tribunal Regional Eleitoral. Corregedor Geral da Justiça e Diretor do Fórum. Professor de curso técnico de contabilidade: Direito Usual e Legislação Aplicada. Professor da antiga Faculdade de Direito do Piauí: Direito Internacional Público e Privado e Direito Penal. Professor de Direito Comercial da Universidade Federal do Piauí. Designado pelo Ministro da Educação e Cultura para julgamento de vários processos de concurso na esfera do ensino superior. Membro da Associação dos Magistrados do Brasil e do Piauí. Conferencista, com trabalhos publicados. Aposentou-se em 07 de junho de 1983. Faleceu em Teresina, 19 de março de 1986. Patrono do Fórum da Comarca de Nossa Senhora dos Remédios.

Por Fernando Castelo Branco

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE