AMARANTE

POLÍTICA

Franzé Silva propõe a ação conjunta de instituições para combate à fome na pandemia

Avatar

Publicado em

POLÍTICA


O deputado estadual Franzé Silva (PT) defendeu, durante a sessão plenária virtual da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) desta terça-feira (17), que os parlamentares estaduais se unam a outras instituições para promover ações de combate à fome na pandemia, como a arrecadação de alimentos e destinação de cestas básicas para pessoas carentes em todo o Estado.

Franzé Silva apresentou requerimento solicitando que a Alepi encaminhe de expediente ao Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas do Estado e à Defensoria Pública do Estado, solicitando divulgação e colaboração com a ação solidária É Tempo de Cuidar, lançada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e Cáritas Brasileira, em parceria com o Governo do Piauí.

A campanha visa arrecadar cestas básicas, alimentos não perecíveis e produtos de higiene, para ajudar pessoas que estão em situação de vulnerabilidade na pandemia do novo coronavírus e fortalecer a solidariedade entre as igrejas do Brasil. O deputado Franzé observa que o Mapa da Fome apresenta dados graves sobre a situação de brasileiros passando fome e que é preciso a colaboração de todos.

Leia Também:  Aécio tem 35%, Lula, 25%, e Marina, 18%, diz pesquisa Datafolha

“Todos os poderes precisam dar sinal efetivo de colaboração nesse momento em que a fome está assolando as vidas dos piauienses e brasileiros. A minha sugestão é que nós, deputados, façamos junção de esforço, para que, através dessa campanha solidária da Igreja Católica e também das igrejas evangélicas, o Parlamento Estadual subsidie cestas básicas para pessoas que estão passando fome”, explica.

Assessoria parlamentar – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Flora Izabel propõe a criação do Abril Marron para priorizar vacinação contra a Covid-19

Avatar

Publicados

em


A deputada estadual Flora Izabel (PT) apresentou, durante a sessão híbrida desta terça-feira (11) da Assembleia Legislativa, Projeto de Lei instituindo o Abril Marron, destinado a tornar prioritária a vacinação contra a Covid-19 dos genitores, cuidadores, tutores, técnicos de enfermagem e enfermeiros que ajudam a cuidar de pessoas portadoras de deficiência intelectual devidamente identificadas através de laudos médicos.

Flora também propôs que o conhecimento de Libras seja considerado critério de desempate em concursos públicos e que seja criado um programa de prevenção e atendimento das mulheres que estejam em período de gestação e possam sofrer com algum tipo de virose ou infecção. Flora quer ainda que as mulheres vítimas de violência doméstica sejam atendidas por outras mulheres em farmácias e estabelecimentos similares.

O deputado Firmino Paulo (PP) apresentou projeto de reconhecimento da utilidade pública da ONG de Proteção Animal de Bom Jesus. O deputado Georgiano Neto (PSD) propôs a concessão da cidadania piauiense ao empresário Maurício Gomes de Sousa.

O deputado Gessivaldo Isaias (Republicanos) apresentou hoje seis projetos de lei. O primeiro estabelece o Selo de Empresa Amiga da Saúde Mental; o segundo cria o Banco Comunitário de Cadeiras de Rodas e instrumentos similares. O outro cria o protocolo de acompanhamento clínico aos pacientes recuperados do novo coronavírus que tenham sequelas, por profissionais de saúde devidamente qualificados.

Gessivaldo também propôs as diretrizes do programa estadual do programa de proteção da vida das mulheres atingidas pela Covid-19, pela violência doméstica, durante o estado de calamidade decretado devido a pandemia. Ele também que as instituições particulares de ensino promovam atividades de acolhimento aos alunos que estão voltando a ter aulas presenciais. Por fim, ele propõe um programa de prevenção e proteção aos profissionais da educação que sejam possíveis vítimas de violência.

Foi lido ainda um ofício do Poder Judiciário propondo um projeto de resolução estabelecendo normas de funcionamento daquela instituição.

Durvalino Leal – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Após viagem, Dilma fará reforma ministerial
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA