AMARANTE

ESPORTES

Flamengo bate Instituto e classifica Minas na Champions das Américas

Avatar

Publicado em

ESPORTES


Classificado por antecipação aos playoffs da Champions League das Américas (o equivalente, no basquete masculino, à Libertadores), o Flamengo ajudou o Minas Tênis Clube a também se garantir entre os finalistas. Nesta sexta-feira (26), o Rubro-Negro venceu o Instituto (Argentina) por 90 a 80 pela última rodada da terceira janela da primeira fase. A partida foi disputada no ginásio Ángel Sandrin, em Córdoba (Argentina), que sediou o terceiro turno do Grupo D.

O cestinha da partida foi o ala Martin Cuello, do Instituto, com 21 pontos. Já o pivô Rafael Hettsheimeir foi eleito o melhor atleta em quadra. O rubro-negro assinalou 17 pontos, sendo o maior pontuador da equipe carioca, distribuiu duas assistências e pegou sete rebotes.

O Flamengo encerrou o Grupo D na liderança, com dez pontos. O Minas aparece em segundo lugar, com oito pontos, dois a mais que o Instituto. Na última quinta-feira (25), também em Córdoba, os cariocas derrotaram os mineiros por 70 a 61. O resultado garantiu o Rubro-Negro no mata-mata, que será realizado entre os dias 8 e 13 de abril, em sede a ser definida, em jogos únicos.

Os argentinos têm um jogo para fazer contra o próprio Flamengo, que foi adiado em fevereiro, no primeiro turno, após a equipe de Córdoba registrar um surto do novo coronavírus (covid-19) no elenco. Mesmo que ganhe a partida, que ainda não foi remarcada, e empate em pontos com o Minas, o Instituto não consegue ultrapassar o time brasileiro, por ficar atrás no confronto direto (em três duelos entre eles, os mineiros ganharam duas vezes).

Leia Também:  Fifa pede visual melhor no VAR para ajudar árbitros com impedimentos

O Instituto começou a partida melhor e fechou o primeiro quarto à frente do Flamengo (25 a 24). No segundo período, a bola de três pontos do ala-pivô Léo Demétrio, com 15 segundos, colocou o Rubro-Negro de vez no comando do placar. O time carioca anotou 24 pontos na parcial, cedendo apenas 18, e foi para o intervalo com cinco pontos de vantagem (48 a 43).

O terceiro quarto do Flamengo foi ainda mais dominante, com oito jogadores diferentes anotando pontos e eficiência nos rebotes (14 ao todo, nove defensivos). O Rubro-Negro assinalou 27 pontos, sofreu 14 e abriu 18 pontos de vantagem para o rival. Precisando da vitória, o Instituto se lançou ao ataque no último período e foi melhor que os brasileiros (23 a 15), mas a reação foi insuficiente.

Adiamentos

Também nesta sexta-feira, a organização da Champions anunciou o adiamento dos jogos da terceira janela dos Grupos B e C, que seriam realizados nas cidades de São Paulo e Franca (SP), respectivamente, a partir deste sábado (27). Os municípios estão impossibilitados de receber partidas devido à Fase Emergencial do Plano São Paulo, a mais restritiva no combate à covid-19. A suspensão, a princípio até 30 de março (terça-feira), foi prorrogada até 11 de abril.

O São Paulo ocupa o segundo lugar do Grupo B, com seis pontos, um a menos que o líder e atual campeão Quimsa (Argentina) e um a frente do Universidad de Concepción (Chile). No Grupo C, o Sesi Franca também aparece em segundo, com seis pontos. A ponta é do San Lorenzo (Argentina), com oito pontos. O Obras Sanitarias (Argentina) é o lanterna, com quatro pontos.

Leia Também:  São Paulo e Flamengo duelam por vaga na semifinal da Copa do Brasil

Edição: Fábio Lisboa

COMENTE ABAIXO:
Avatar

Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

ESPORTES

Organizadores de Tóquio devem adiar decisão sobre limite de público

Avatar

Publicados

em


Os organizadores das Olimpíadas de Tóquio indicaram nesta quarta-feira (21) que devem adiar a decisão sobre o limite de espectadores nas instalações, possivelmente até junho, já que o ressurgimento de casos do novo coronavírus (covid-19) complica o planejamento.

Os organizadores dos jogos decidiram no mês passado que os espectadores internacionais não teriam permissão para entrar no Japão e afirmaram que decidiriam em abril quantos espectadores nacionais teriam permissão para entrar nas instalações.

Mas a presidente da Tóquio-2020, Seiko Hashimoto, disse em entrevista coletiva que a decisão levaria mais tempo, enquanto eles estudam a situação do novo coronavírus no país.

“Durante o mês de abril, gostaríamos de mostrar a direção que estamos tomando (de limites de espectadores), mas olhando para a situação daqui para frente ainda estamos considerando o momento para tomar a decisão final”, disse ela, após um encontro virtual com o Comitê Olímpico Internacional (COI).

O CEO da Tóquio-2020, Toshiro Muto, disse que uma decisão “pode vir em maio ou junho, dependendo da situação”.

O Japão enfrenta uma quarta onda de casos de covid-19, com Tóquio e outras áreas implementando restrições.

Leia Também:  De São Paulo para Amarante: mestre Raio Negro ministra palestra em encontro de capoeiristas

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA