Menu...

12 de dezembro de 2017

Morre repórter da Globo, Beatriz Thielmann


Hospital de Olhos

Morreu neste domingo (29), em São Paulo, aos 63 anos, a repórter Beatriz Thielmann.O corpo será velado nesta segunda-feira (30) à tarde no Rio.

Bia, era assim que a Beatriz era chamada na redação. O nome era comprido: Beatriz Helena Monteiro da Silva Thielmann. Enorme também era a paixão dela pela profissão. Nasceu em Juiz de Fora, Minas Gerais. Primeiro, pensou em ser advogada. Desistiu. Viu na televisão uma mulher que corria o mundo atrás de notícias. Aí tomou a decisão.

“Eu fui estimulada pela Sandra Passarinho. Vendo a Sandra correndo o mundo atrás da notícia. Aí que fiquei superempolgada. Eu falei: ‘Eu quero ser igual à Sandra’”, disse Beatriz Thielmann em uma entrevista para o Memória Globo.

Começou a carreira no jornal de Brasília. Logo depois, em 1982, veio para a Globo. Repórter de política, participou das coberturas mais importantes da época: campanha das Diretas, a eleição de Tancredo Neves, a Assembleia Nacional Constituinte e os primeiros passos do Brasil democrático. Viajou o mundo: França, Portugal, União Soviética. Foi a Cuba entrevistar o ditador Fidel Castro.

Em 1990, se tornou repórter especial do “Globo Repórter”. Denunciou a prostituição infantil no Ceará e ganhou um prêmio das Nações Unidas. Acompanhou os peregrinos em Santiago de Compostela. E conquistou mais um prêmio, no festival de Assis, na Itália.

Escreveu um livro, sobre a vida da mulher depois dos 40 anos. Dirigiu dois documentários. O primeiro sobre a necessidade de preservar os animais silvestres. O segundo, sobre a história musical do cantor e compositor Edu Lobo.

Música ela tinha no texto. Estilo elegante, doce. Cuidava com zelo de cada palavra, de cada frase. Era gentil sempre. E delicada. Ao projeto Memória Globo, Bia se definiu assim: “Eu sou repórter. Eu acho que eu nasci para isso. Eu nasci para buscar as coisas, nasci para escutar, nasci para falar. Eu acho que o meu estilo é o de ser repórter”.

Fonte: G1

Denison Duarte – Amarante (PI)

Tags: ,

Comente aqui