Menu...

14 de dezembro de 2017

“Império”: Homofóbico, Enrico humilha o pai: “É bandido, um veado”


Hospital de Olhos

Segundo informações do site Na Telinha, Enrico (Joaquim Lopes) vai demonstrar toda sua homofobia e ódio em relação à posição bissexual do pai, o cerimonialista Cláudio (José Mayer). A cena vai ao ar no capítulo do dia 23 em “Império”.
Em uma conversa com Maria Clara (Andrea Horta), o chefe humilha Cláudio e sua posição coloca em risco seu casamento com a filha de José Alfredo (Alexandre nero).
“Se põe no meu lugar! De repente, descobre que seu pai é gay e sua mãe aplaude e defende”, diz Enrico. Clara afirma que a relação de seus pais, José Alfredo (Alexandre Nero) e Marta, é pior, pois eles vivem um casamento de fachada. O empresário pergunta se ela quer trocar, e prontamente ela diz que sim. “Até porque o seu nome não foi jogado na lama como o meu”, completa Enrico. Clara fala que se orgulha da família do noivo e que ao se casarem vai fazer questão de acrescentar o Bolgari ao seu sobrenome.
Durante a discussão, Enrico diz que a noiva quer posar de politicamente correta. Clara reforça que o que está em jogo é a posição de vida que o pai dele quer levar e que está aprovada por Beatriz (Susy Rêgo): “Pensa no seu pai. Ele sempre esteve do seu lado, e nem se fosse um bandido…”. Enrico não poupa as palavras e humilha Cláudio: “Ele é bandido, mascarado, que jogou nossa família no esgoto! É um veado!”.
Clara fica chocada e rebate o noivo: “Você parece um homem das cavernas, reacionário. Não passa de um homofóbico!”. E ele responde: “Se é isso, não vejo o motivo de você ainda estar comigo. Vou embora. Ele não é meu pai! Um gay ser pai de alguém?!”. A filha de Maria Marta não se intimida e reage: “Pensei que você fosse uma pessoa mais generosa, inteligente”.
Enrico encerra a discussão da forma mais grossa possível: “Pensou errado. E, se me quer de verdade, faz aí o que me mandou fazer com meu pai: me aceita do jeito que eu sou!”, diz, batendo a porta na cara dela em seguida.
Na cena seguinte, arrasada, Maria Clara conversa com José Alfredo: “É como se o homem que amei esses anos todos desaparecesse como uma nuvem de fumaça. Depois de tudo o que ouvi, estou na dúvida se ele é o homem com quem pretendia passar o resto da minha vida. Parece que alguma coisa se quebrou dentro de mim, em mil pedaços. Tenho a sensação de que não o amo mais”.
José Alfredo tenta acalmar a filha e orienta: “Deixa a poeira baixar, depois converse com ele com tranquilidade e decida. Me corta o coração te ver assim, é das coisas mais difíceis do mundo ver um filho sofrer”.

Fonte:Bol

Tags: , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE