Menu...

18 de dezembro de 2017

‘Está sendo difícil para mim’, diz viúva de Cláudio Marzo


Hospital de Olhos

Familiares do ator Cláudio Marzo, que morreu aos 72 anos na tarde de domingo, 22, no Rio de Janeiro, em decorrência de um quadro infeccioso de pneumonia, falaram sobre o momento delicado pelo qual estão passando.

O ator tinha três filhos: Alexandra Marzo, da união com Betty Faria; Bento, de seu casamento com a atriz Xuxa Lopes, e de Diogo, de sua união com Denise Dumont. Nos últimos anos de sua vida, Cláudio contou com a companhia de Neia Marzo, com quem estava casado há 27 anos.

“Está sendo difícil para mim”, diz viúva
Na manhã desta segunda, 23, a viúva atendeu o EGO e, muito emocionada, foi sucinta e ao falar sobre o ator. “Está sendo difícil para mim”, disse ela. “Eu o acompanhei (no hospital) durante todo o tempo”, falou com a voz embargada. Neia explicou ainda que o velório ainda não havia sido decidido porque estão esperando o filho Diogo, que mora na Austrália, chegar ao Brasil. “Ele chega amanhã por volta de 6h40”, explicou.

Os outros dois filhos do artista, que vivem no Brasil, também conversaram com o EGO. Em entrevista na tarde desta segunda-feira, 23, Bento Marzo, 31 anos, prestou uma homenagem ao pai. “É uma honra ser filho dele, meu pai era um homem incrível, sempre ajudou as irmãs, criou três filhos com tudo o que a gente precisou. Muito amoroso, muito. Um pai maravilhoso mesmo”, afirmou o rapaz.

Bento também disse ao EGO que acompanhou os últimos dias do pai. “Eu saí para um trabalho na segunda passada, mas antes disso estive com ele em todo os dias. Ele já estava com a cabeça um pouco confusa. Mas era sempre muito carinhoso com a gente”, afirma. “Ele estava sofrendo muito, era muito complicada a história dele. Esse ano foi indo e voltando do hospital. Realmente ele precisava mesmo descansar. Não tinha mais qualidade de vida”, completa.

Foi com muita emoção e chorando que Alexandra Marzo falou sobre o pai.Ela contou ao EGO nesta segunda-feira, 23, que esteve com o pai em seus últimos momentos e, apesar da dor, só guarda boas lembranças. “É difícil até de falar. Ele foi um grande pai, um exemplo. Idealista, um homem de fraternidade, que não fazia diferença entre ricos e pobres. Vi várias vezes ele tirar dinheiro do bolso para dar a desconhecidos na rua. Pessoa rara e muito boa”, lembra.

Alexandra – que é atriz e filha de Cláudio com Betty Faria – também lembrou da carreira do ator: “Ele não interpretava, vivia o personagem. Viveu a profissão com grandiosidade. Era um monstro no teatro e fazendo Shakespeare não deixava a desejar para nenhuma ator inglês.”

Alexandra informou também que o velório do pai será na quinta-feira, 26, no Parque Lage, no Rio, ainda sem horário definido. Na sequência, o corpo do ator será cremado em cerimônia íntima para a família.

Xuxa Lopes, que foi casada por dois anos com Cláudio, disse que ainda não conseguiu assimilar a perda. “É muito estranho, né? A gente sabia que em algum momento isso ia acontecer, mas a gente nunca está preparado. Ele era um cara incrível, então tudo dá pena. Ele era de uma personalidade incrível, grande ator, um cara corajoso, arrojado, maravilhoso. Fica sempre um buraco”, desabafa a atriz, que mesmo após a separação manteve uma relação de amizade com Marzo: “Eu estou aqui na casa dele, vinha sempre almoçar. Nos separamos, mas ficamos amigos depois”.

Outra ex-mulher do ator, Betty Faria foi que confimou a notpicia da morte ao EGO, ainda no domingo. “Ele estava sofrendo”, disse a atriz

Internado com quadro infeccioso de pneumonia
O ator, que vinha enfrentando uma série de problemas de saúde nos últimos anos, estava internado desde o dia 4 de março na Clínica São Vicente, na Gávea, Zona Sul do Rio. Segundo a assessoria de imprensa do hospital, ele foi internado com enfisema pulmonar e o quadro se agravou. O ator morreu às 5h39 de domingo, com quadro infeccioso de pneumonia. “Cláudio teve uma parada cardíaca. Ele estava com a nossa filha (Alexandra Marzo) e a mulher, Neia, do lado. Nós estamos tristes, mas ele estava sofrendo”, disse Betty Faria, também ex-mulher do ator, ao EGO.

Saúde frágil
No início de fevereiro, Marzo já havia passado pouco mais de uma semana internado no mesmo hospital com quadro infeccioso, associado à insuficiência renal e a um enfisema descompensado, de acordo com boletim médico divulgado na ocasião e assinado pelo Doutor João Manuel Pedroso, clínico geral e cardiologista do ator.

saiba mais
EGO nas redes sociais
Em dezembro de 2014, Marzo ficou internado por três dias no Centro de Tratamento Intensivo também na clínica São Vicente, com um quadro de arritmia cardíaca. Cláudio já havia sido internado outras três vezes em 2013. A última, em novembro daquele ano, com quadro de hemorragia digestiva e diverticulite e, um mês antes, por conta de outra hemorragia digestiva. Em setembro, a causa que levou o ator para o hospital foi uma insuficiência respiratória associada a uma pneumonia.

Carreira e vida
O último trabalho de Cláudio Marzo na televisão foi na Globo no seriado “Guerra e paz”, em 2008. Sua última novela foi “Desejo proibido”, em 2007, dando vida a Lázaro Simões.

Marzo esteve no elenco de importantes produções da emissora, como “Irmãos coragem” (1970), “Saramandaia” (1976), “A indomada” (1997) e “Mulheres apaixonadas” (2003). No cinema, o ator fez parte de produções brasileira como “O Xangô de Baker Street”, baseado na obra de Jô Soares, e “A Dama da Lotação”, com a atriz Sônia Braga, e fez sucesso no longa “O homem nu”.

Fonte: Ego


Tags: ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE