AMARANTE

Piauí

Evento do CFAF sobre Projeto Político-Pedagógico à luz da BNCC reúne mais de mil pessoas

Avatar

Publicado em

Piauí


O III Encontro de Gestores – Projeto Político-Pedagógico à luz da BNCC: desafios e perspectivas, realizado pelo Centro de Formação dos Servidores Antonino Freire da Universidade Estadual do Piauí (CFAF/Uespi), teve início na última quarta-feira (29).

Cerca de 1.100 pessoas acompanham, por meio do canal de YouTube do CFAF, debates a respeito do papel do Projeto Político-pedagógico nas escolas, bem como as novas diretrizes apontadas pela BNCC para a (re)elaboração desse instrumento de gestão educacional, por meio de discussões acerca dos desafios e perspectivas das políticas educacionais vigentes no país.

Roda de conversa: Diretrizes Curriculares e BNCC

De acordo com uma das organizadoras do III Encontro de Gestores, professora Hérica Regina Vieira Santos, as expectativas em torno da realização do evento estão sendo superadas. “Ao que tudo indica, o evento tem tido uma grande aceitação do público. Podemos perceber isso de diferentes formas: pelo número de inscritos, ultrapassando mil, pela participação no chat durante a transmissão, onde há uma grande interação e pelo número de visualizações, ultrapassando mais de 2.500 até o momento. Consideramos que o alcance dessa marca se dá pela relevância e premência do tema, mas também pela qualidade do debate que está sendo realizado por meio dos palestrantes”, ressalta a docente formadora do CFAF.

Leia Também:  Motociclista morre após colidir com boi na BR 343, em Altos

Segundo a diretora do CFAF, Lucile de Sousa, a ideia do Encontro é favorecer o processo de formação contínua dos gestores para o aumento da capacidade de serviços para o cidadão piauiense. “Esse evento já faz parte do nosso calendário. É a terceira vez que realizamos. É um momento imprescindível para buscar atualizações, favorecer a ligação entre os gestores e trazer novos debates para que a gente reprograme novas ofertas de cursos e atividades que o Centro venha a fazer”, explica.

A programação do evento continua até amanhã (30), com rodas de conversas e palestras sobre avaliações externas e o PPP: reflexões, desafios e perspectivas; o papel e o lugar das competências socioemocionais no contexto de aulas remotas; como conviver com o medo e a ansiedade em tempos de pandemia, entre outros temas.

Inscrições

As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas através do site do evento. Você pode acompanhar os debates por meio do canal do YouTube do CFAF.

Fonte: Governo PI

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Piauí

MPPI promove inspeção nos CREAS de Teresina

Avatar

Publicados

em


O Ministério Público do Piauí, por meio da 46ª Promotoria de Justiça de Teresina, realizou inspeções virtuais nos CREAS (Centro de Referência da Assistência Social) de Teresina, órgãos responsáveis pelo programa municipal de atendimento para a execução das medidas socioeducativas em meio aberto. As vistorias foram realizadas, entre os dias 03 a 06 de maio, por videoconferência, em respeito às medidas de prevenção e contenção à Covid-19.

Os trabalhos foram coordenados pela promotora de Justiça Francisca Vieira e Freitas Lourenco, titular da 46ª PJT, acompanhado por equipe multiprofissional composta pelas assistentes sociais Maria Luísa da Silva Lima e Gabriela Sousa Silva, pelas psicólogas Gabriela Pires e Liandra Nogueira, pela assessora ministerial do MPPI Giselle Costa Maia, e a engenheira civil Carol Chaves Mesquita, todas servidoras do MPPI junto à Coordenadoria de Perícias e Pareceres Técnicos.

O objetivo da inspeção foi averiguar de que forma estão sendo cumpridas as formalidades legais estabelecidas no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e na Lei Federal nº 12.594/2012, que institui o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE), no tocante aos atendimentos levados a efeito em face dos adolescentes durante o cumprimento da execução das medidas em meio aberto de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviços à Comunidade; verificar documentos e registros obrigatórios os quais devem ser arquivados em pasta individual aberta para cada um dos socieducandos; a estrutura material de cada Unidade, tipo o ambiente físico e a infraestrutura, acesso ao transporte para locomoção da equipe interdisciplinar, quando do atendimento as famílias desses socioeducandos e das visitas domiciliares; os recursos disponíveis para acessibilidade por ocasião dos atendimentos, quanto ao transporte, comunicação móvel e segurança dos agentes da socioeducação por ocasião desse atendimento externo; o funcionamento do setor de recursos humanos em relação ao quadro de servidores (quantitativo) da Unidade e suas especificidades no âmbito da área de atuação, as suas expertises no trato com adolescentes em situação de conflito com a lei.

Leia Também:  Motociclista morre ao invadir contramão e colidir com caminhão no PI
Equipes dos Creas inspecionados

Esses aspectos compõem os eixos estratégicos do atendimento socioeducativo, métodos, técnicas pedagógicas e especificidades da execução das medidas de Liberdade Assistida e Prestação de Serviços à comunidade nos termos do art. 2º, § 1º da Resolução 204, de 16 de dezembro de 2019 do CNMP, respeitando o preconizado no ECA e na Lei do SINASE.

Após as vistorias, as integrantes de cada equipe ficaram encarregadas de produzir relatórios técnicos para subsidiar a atuação jurídica do MPPI em prol de melhorias e do aperfeiçoamento do sistema socioassistencial em meio aberto da comarca de Teresina.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA