AMARANTE

POLÍTICA

Estudantes de Medicina em regime de internato terão prioridade na vacinação contra a Covid-19

Avatar

Publicado em

POLÍTICA


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Themístocles Filho (MDB), promulgou, na sexta-feira passada(30),  a Lei nº 1. 498 , de 29 de abril de 2021, incluindo como prioridade, assim como os profissionais de saúde, nas campanhas de vacinação e na atenção das políticas públicas de saúde no Piauí, os estudantes dos cursos da área da saúde, que estejam em regime de internato e/ou em atendimento ao público.

Os estudantes, de acordo com a lei, deverão comprovar a sua contratação ou vínculo com a respectiva instituição onde estejam estagiando ou trabalhando, atendendo à população para terem prioridade na imunização contra a Covid-19.

Reparando uma injustiça – A proposta foi apresentado pelo deputado Marden Menezes em 10 de março deste ano e aprovado em Plenário. “Entendemos que se trata de uma grande injustiça. Quem está em regime de internato, atendendo em clínicas e hospitais públicos, sejam estudantes de Medicina, Enfermagem, Odontologia ou Fisioterapia, precisa da vacina assim como os profissionais”, defendeu o deputado ao justificar o projeto ainda em meados de março.

Leia Também:  Wellington Dias anuncia saída de policiais dos órgãos públicos do Piauí

“Esse grupo de pessoas está em atendimento gratuito à população piauiense. Apesar de estarem expostos da mesma forma que os profissionais da saúde em relação à pandemia, eles não estão sendo imunizados”, lamentou o deputado, na época.

Andréia Sousa – Edição: Katya D’Angelles

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA

Franzé Silva anuncia cronograma de vacinação de pessoas com deficiência

Avatar

Publicados

em


A Câmara Técnica de Vacinas (CIB), setor vinculado à Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), emitiu, nesta quinta-feira (6), a Nota Técnica Nº 02/2021, cujo objetivo é orientar os municípios na condução da campanha de vacinação contra Covid-19 para grupos prioritários – pessoas com comorbidades, pessoas com deficiências permanentes, gestantes e puérperas.

A divulgação da Nota Técnica foi pautada pelo deputado estadual Franzé Silva (PT), durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), nesta quinta-feira (6). O parlamentar, autor da lei que garante vacinação prioritária contra Covid-19 a pessoas com deficiência (Lei Nº 7.476/202), destacou a importância da definição da ordem de vacinação desses grupos.

“Havia uma indefinição quanto às datas de vacinação e, com a Nota Técnica, temos garantido, definitivamente, o cronograma de vacinação das pessoas com deficiência, orientando os municípios. Estamos, portanto, muito felizes pelo fato de a Sesapi ter estabelecido a vacinação desse grupo de pessoas tão necessitadas”, pontua o deputado Franzé Silva.

A ordem de atendimento, quanto ao grupo de pessoas com deficiência, será de acordo com a disponibilidade de vacinas, sendo vacinadas, primeiro, pessoas com Síndrome de Down de qualquer idade a partir dos 18 anos; pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e pessoas com paralisia cerebral de qualquer idade a partir dos 18 anos; e pessoas com outras deficiências permanentes.

Leia Também:  Evaldo Gomes elogia a atuação do governo Wellington Dias no combate à pandemia

Assessoria parlamentar – Edição: Katya D’Angelles
 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CIDADES

PIAUÍ

POLÍCIA

POLÍTICA

MAIS LIDAS DA SEMANA