Menu...

Última Notícia

12 de dezembro de 2017

Vitória aguenta pressão do Flu, vence no Maracanã e derruba último 100% do Brasileiro


Hospital de Olhos

O Vitória aguentou a pressão do adversário dentro de campo e também dos 50 mil torcedores no Maracanã, neste sábado à noite, e venceu o Fluminense, por 2 a 1. Com dois gols de Marquinhos, o Rubro-Negro baiano aproveitou os contra-ataques para ganhar a primeira no campeonato e derrubar o último time que tinha 100% de aproveitamento no Brasileirão, em jogo válido pela terceira rodada.

Apesar de dominar amplamente a posse de bola e criar jogadas ofensivas, o Fluminense não conseguiu chegar com clareza à área, nem concluir bem a gol e acabou sendo derrotado. O primeiro gol do Vitória saiu aos 8 minutos do segundo tempo, em um chute de fora da área de Marquinhos que desviou em Fred e atrapalhou o goleiro Diego Cavalieri, que vacilou no lance. Quando o Tricolor carioca pressionava em busca do empate, os visitantes encaixaram um bom contragolpe aos 38 minutos, e Marquinhos fez o segundo dele no jogo. Aos 43, Wagner aproveitou rebote de cobrança de falta de Jean e diminuiu para o Flu, mas o resultado decepcionou a massa tricolor, que lotou o Maracanã (50.687 presentes e 44.975 pagantes).

Após três partidas disputadas, o Fluminense segue com seis pontos na tabela e caiu para a segunda colocação. Já o Vitória agora soma quatro pontos e subiu para a nona posição.

No próximo domingo, os dois times vão fazer clássicos regionais. O Fluminense vei enfrentar o Flamengo, no Maracanã, enquanto o Vitória vai pegar o Bahia, no Maracanã.

O jogo

O Vitória começou a partida assustando o Fluminense, e Diego Cavalieri teve de fazer defesa difícil em chute de Souza após falha de Elivelton. Daí em diante, a equipe tricolor estabeleceu seu domínio na primeira etapa, embora não tenha conseguido balançar a rede de Wilson.

Os comandados de Cristóvão Borges tocavam bem a bola pelo meio, contando com jornada criativa de Darío Conca, e sabiam também usar as beiradas. Com Fred executando o papel de pivô na meia-lua, Rafael Sobis fazia bem o pêndulo, caindo pelos dois lados e criando dificuldades para a marcação.

A primeira grande oportunidade dos donos da casa surgiu em passe de Conca para Carlinhos, que cruzou após a falha de Marquinhos. Sobis chegou batendo após o quique da bola e acertou o poste esquerdo de Wilson. Não funcionava o contra-ataque do Vitória, que se via obrigado a ficar no campo de defesa.

Quando a saída não era boa, o Fluminense aproveitava. Sobis quase marcou depois de roubar uma bola na frente, parando em Wilson. Pouco depois, nova saída errada rubro-negra, e Wagner invadiu a área pela esquerda. Ele tentou devolver o passe recebido de Conca, que só não marcou porque, na pequena área, não teve equilíbrio para finalizar.

As equipes voltaram para o segundo tempo com as mesmas disposições, mas o Vitória aproveitou um rebote para mudar a feição do jogo, aos oito minutos. Após batida de falta de Ayrton e corte parcial da defesa, Marquinhos dominou na meia direita e bateu forte. O chute era defensável, mas o leve desvio na cabeça de Fred matou Cavalieri.

Atordoado, o Fluminense quase levou outra pancada no minuto seguinte, quando Caio ganhou na velocidade pela direita e cruzou de dentro da área. Cavalieri cortou e impediu que Juan aproveitasse o rebote, bloqueando o chute. Juan ainda pôde rolar para Souza, que chutou à direita.

Empurrada pela torcida, a formação das Laranjeiras criou boa jogada com passes inteligentes de Sobis e Conca, mas Wagner bateu para fora. Minutos mais tarde, aos 26, Cristóvão Borges resolveu apostar em mais um centroavante, Walter, que substituiu Sobis.

A presença desse homem de área a mais fez os cruzamentos se tornarem mais frequentes. Dão assustou o próprio goleiro em um deles, e Fred não errou por muito em outro. Em um contra-ataque aos 38 minutos, porém, Juan tocou para Marquinhos fazer o segundo do Vitória.

Em uma falta sofrida por Conca, a rede foi balançada, e o Flu descontou já aos 42. Wagner aproveitou o rebote da cobrança de Jean, em posição de impedimento, mas não foi suficiente.

Fonte: MSN

Radar Financeira

Tags: ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE