Menu...

13 de dezembro de 2017

Obras da Copa têm duas mortes no mesmo dia


Hospital de Olhos

RIO – Em apenas um dia, duas obras vizinhas em Manaus, a do estádio para a Copa do Mundo e a de um centro de convenções, que também está sendo construído para o Mundial, registraram mortes de operários. Na madrugada deste sábado, um homem que trabalhava na Arena da Amazônia caiu de uma altura de 35 metros. E no fim da manhã, outro trabalhador faleceu após sofrer um infarto, no Centro de Convenções do Amazonas.

De acordo com testemunhas que estavam no local, Macleudo de Melo Ferreira, cearense de 22 anos, estava colocando a membrana de proteção da cobertura da área lateral do estádio quando caiu em cima de uma cadeira. O operário chegou a ser encaminhado ainda com vida ao Pronto-Socorro 28 de agosto, na zona centro-sul da capital amazonense, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

No centro de convenções, o operário José Antônio da Silva Nascimento, de 49 anos, foi vítima de um infarto. Ele chegou a ser atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu.

Após o primeiro acidente, as obras no estádio foram paralisadas até a próxima segunda-feira. As visitas ao local também foram suspensas. Em nota, a construtora Andrade Gutierrez, responsável pela obra, lamentou a morte do funcionário. No texto, a empresa afirma que as causas do acidente serão apuradas.

“É com pesar que a Construtora Andrade Gutierrez informa que por volta das 4h da manhã de hoje, 14/12/2013, o operário Marcleudo de Melo Ferreira, 22 anos, natural de Limoeiro do Norte – CE, funcionário de empresa subcontratada que presta serviços na montagem da cobertura da Arena da Amazônia, sofreu uma queda de uma altura de cerca de 35 metros, sendo socorrido e levado ao Pronto Socorro 28 de Agosto ainda com vida, onde não resistiu aos ferimentos e veio a falecer nesta manhã.
“Reiteramos o compromisso assumido com a segurança de todos os funcionários e que uma investigação interna está sendo feita para apurar as causas do acidente. As medidas legais estão sendo tomadas em conjunto com os órgãos competentes.
“Lamentamos profundamente o acidente ocorrido e estamos prestando total assistência à família do operário. Em respeito à memória do mesmo, os trabalhos deste sábado foram interrompidos”.

Quinta morte nos estádios da Copa
Macleudo é o quinto operário a morrer em obras em estádios da Copa do Mundo de 2014. Em março, um trabalhador caiu de uma altura de cinco metros e também morreu durante as obras do estádio em Manaus.
A primeira morte aconteceu em junho do ano passado, quando um operário de apenas 21 anos despencou de uma estrutura de 30 metros de altura durante a construção do estádio Nacional de Brasília.
As outras duas mortes aconteceram no mês passado após a queda de um guindaste durante as obras do Itaquerão, em São Paulo.
As obras na Arena da Amazônia começaram em novembro de 2010. Sua inauguração está prevista para janeiro. O estádio receberá quatro jogos do Mundial do ano que vem: Camarões x Croácia, pelo grupo A, Inglaterra x Itália, pelo grupo D, Honduras x Suíça, pelo grupo E, e Estados Unidos x Portugal, pelo grupo G.

Tags: , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE