Menu...

23 de Janeiro de 2018

Flamengo cai para León no Maracanã lotado e confirma vexame


Hospital de Olhos

Maracanã lotado, torcida inflamada e esperança de uma noite feliz. O cenário era favorável antes de a bola rolar, mas o Flamengo não correspondeu nesta quarta-feira e perdeu para o León-MEX por 3 a 2. Arizala, Boselli e Peña marcaram para os visitantes, enquanto André Santos e Alecsandro fizeram para os donos da casa. O resultado eliminou o Rubro-negro da Copa Libertadores e fez os torcedores relembrarem vexames recentes na competição, como as quedas na primeira fase em 2002 e 2012, além da derrota marcante para o América-MEX no ano de 2008.

Os comandados de Jayme de Almeida se complicaram no grupo 7 e entraram em campo com a obrigação da vitória. A torcida apoiou, mas chegou a perder a paciência com a sequência de erros e não poupou os jogadores das vaias. O Bolívar-BOL terminou na primeira colocação do grupo 7 ao somar 11 pontos. Os bolivianos superaram o Emelec-EQU por 2 a 0 na altitude de La Paz. O León-MEX ficou com a segunda vaga do grupo, com dez pontos.

Agora, o Flamengo tenta recuperar as forças após o baque e concentra-se novamente no Campeonato Carioca. No próximo domingo, o clube da Gávea decide a competição contra o rival Vasco, às 16h, no Maracanã, e tem a vantagem do empate na tentativa de conquistar o seu 33º título estadual e dar um “prêmio de consolação” aos torcedores.

Apoiado por mais de 50 mil vozes, o Rubro-negro iniciou o jogo partindo para cima do León. Aos 5min, Alecsandro finalizou da entrada da área. A bola passou raspando a trave esquerda de Yarbrough. Postada defensivamente, a equipe mexicana procurou sair nos contra-ataques para surpreender os donos da casa.

Aos 11min, o técnico Jayme de Almeida precisou fazer a primeira substituição. Elano voltou a sentir dores, foi vaiado nitidamente pela sequência de contusões e saiu de campo para a entrada de Gabriel. Depois do ímpeto inicial, o Flamengo enfrentou dificuldades para criar jogadas por conta da forte marcação mexicana.

E o pior veio aos 21min. Em falta cobrada na área, André Santos falhou na marcação e Arizala escorou para abrir o placar e colocar os visitantes na frente. A partir daí, os donos da casa perderam-se na partida.

Erros individuais grosseiros irritaram os torcedores e o time deu clara demonstração de intranquilidade. André Santos conseguiu dar a volta por cima aos 29min, quando o Flamengo aparentava estar mais próximo de sofrer o segundo gol. Leo Moura cobrou falta e o camisa 27 testou para o fundo do gol.

A festa rubro-negra terminou um minuto depois. Aos 30min, André Santos e Samir cochilaram em cruzamento na área. Boselli cabeceou e fez o segundo do León. O gol foi uma ducha de água fria na torcida. Aos 34,min, o Flamengo conseguiu improvável novo empate. Alecsandro mostrou oportunismo e completou para o fundo da rede após cruzamento do lado esquerdo.

Neste momento, Jayme de Almeida e rubro-negros torciam pelo encerramento da primeira etapa. O objetivo era arrumar o time no vestiário para tentar a classificação às oitavas de final no segundo tempo.

O Flamengo voltou com postura ainda mais ofensiva, mas vulnerável defensivamente. Aos 3min, Gabriel cabeceou para boa defesa de Yarbrough. Aos 6min, Paulinho arriscou de fora da área sem sucesso. Os donos da casa partiram com tudo em busca da virada e o León continuou ameaçando com frequência o goleiro Felipe por conta das seguidas falhas de marcação.

Sem precisão, o Flamengo não conseguiu a vitória e ainda sofreu o terceiro gol. Aos 38min, Hernández chutou cruzado e Peña completou. 3 a 2 e mais um vexame do Rubro-negro pela Copa Libertadores em pleno Maracanã. A torcida deixou o estádio revoltada e não poupou os gritos de “time sem vergonha” ao apito final. Terminou de forma trágica mais uma participação dos cariocas no torneio continental.

Fonte: Uol

Tags: , , ,

Comente aqui

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE