3:11 pm - domingo novembro 24, 0622

“É bom que o brasil não seja visto só com o país do futebol”, diz analista

Edição e postagem: Denison Duarte, em 11-07-2014 12:44 | Última modificação: 11-07-2014 20:48
Hospital de Olhos

A análise é de Paulo Sotero, diretor do Instituto Brasil do Wilson Center, com sede em Washington.

“Acho que, de certa forma, é bom que o Brasil deixe de ser visto só como o país do futebol”, disse Sotero à BBC Brasil.

O analista observa que, nas últimas décadas, o Brasil ganhou mais credibilidade no mundo, resultado de um esforço conjunto de vários governos e setores.

“O Brasil é e continuará a ser o país do futebol, nós não vamos deixar de gostar de futebol pelo que aconteceu (na terça-feira). Mas o Brasil é também o país da Embraer, o país da Embrapa. De uma agricultura muito produtiva. Tem muitos setores importantes”, afirmou.

“A imagem do Brasil no mundo se dá pela construção de democracia, pela redução da pobreza, da desigualdade e pela capacidade que o Brasil tem demonstrado de confrontar seus problemas”, observou.

“Os dados importantes a respeito da percepção que existe no mundo sobre o Brasil são esses.”

Legado

Sotero observa que, passada a tristeza pela derrota, o que deve ficar da Copa é um legado bonito, principalmente em relação às centenas de milhares de turistas do mundo inteiro que foram “muito bem recebidos” no Brasil.

“O Brasil acolheu o mundo”, afirmou. “E isso é bom para o Brasil. Uma das coisas que o Brasil talvez precise mais fazer hoje é se abrir para o mundo. Esses grandes eventos ajudam nesse sentido.”

Para o analista, se há alguma intenção de políticos de explorar um sucesso ou uma derrota da seleção politicamente, em ano de eleições, não vai funcionar.

“Quem tentar fazer politica no Brasil prevendo caos vai quebrar a cara”, disse.

Sotero ressalta ainda que o fato de o país ter conseguido organizar os jogos, com todas as dificuldades, “fala bem sobre o Brasil”.

“Até agora, a Copa foi um sucesso”, diz.

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE